Reduto de travestis: das origens fabris ao repositório de imaginários de um bairro amazônico

Autores

  • Osvaldo Vasconcelos Universidade Federal do Pará

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2317-6725.2019v24n41.47315

Resumo

A proposta deste estudo, apontamentos da tese em andamento, é analisar os diversos imaginários criados acerca da travestilidade, da cidade de Belém e do bairro do Reduto, local onde as travestis, sujeitos desta pesquisa, se prostituem. Refletiremos sobre a territorialidade, produzida e pensada enquanto processo históricoe sobre as identidades criadas no interior da cidade partindo da urbanização e do imaginário que cria e recria a realidade a partir das experiências do passado e também dos indivíduos. Nesse sentido, este trabalho abordará a cidade, o bairro e as vidas que internamente tecem o viver cotidiano e de que maneira tais vidas são limitas por interesses vários.

Downloads

Publicado

2019-12-15

Como Citar

VASCONCELOS, O. Reduto de travestis: das origens fabris ao repositório de imaginários de um bairro amazônico. Sæculum – Revista de História, [S. l.], v. 24, n. 41, p. 426–440, 2019. DOI: 10.22478/ufpb.2317-6725.2019v24n41.47315. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/srh/article/view/47315. Acesso em: 25 jun. 2021.

Edição

Seção

Dossiê: Mulheres, gênero e sertanidades