AS CONTRIBUIÇÕES DA FILOSOFIA PARA A FORMAÇÃO DE PROFESSORES CRÍTICO-REFLEXIVOS

  • André Luiz Simões Pedreira Professor Assistente de Filosofia da Universidade do Estado da Bahia

Resumo

Este artigo pretendeu refletir sobre a importância da Filosofia na formação crítica do estudante por meio de um estudo sobre Formação Docente, Currículo e Prática Pedagógica. O objetivo desta proposta emergiu do pressuposto de que a Filosofia, enquanto prática reflexiva permanente, pode assegurar a esses estudantes uma implicação profunda no entendimento dos problemas educacionais contemporâneos, garantindo, assim, uma prática e uma formação intelectual coesas, capazes de produzir melhorias, se não na prática, ao menos nas formulações das soluções possíveis frente aos problemas da Educação. A metodologia utilizada para o desenvolvimento do artigo foi a revisão de bibliografia, que se erigiu por meio do estudo de diversos autores, sendo alguns mais fundamentais à reflexão apresentada, a saber, (ARANHA, 2006) (BACELAR, 2010); (CRUZ, 2009); (PIMENTA, 2002); (RORTY, 2012).

Biografia do Autor

André Luiz Simões Pedreira, Professor Assistente de Filosofia da Universidade do Estado da Bahia
Universidade do Estado da Bahia (UNEB) - Departamento de Ciências Humanas e Tecnologias (DCHT) - Área de Filosofia.Doutorando em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (FE/UFRJ) e Mestre em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade Federal da Bahia (UFBA/FACED).

Referências

ARANHA, Maria Lúcia de. Filosofia da Educação. 3ª ed. São Paulo: Moderna, 2006.

SANTANA, K. BACELAR. Schopenhauer e a impossibilidade da educação moral: comentário do capítulo XXVIII dos Paralipomena. Colóquio Internacional sobre Schopenhauer. Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, 2009.

FERREIRA, F.H.G. & BARROS, R.P.D. Education and Income Distribution in Urban Brazil, 1976-1996. In: Cepal Review, 0(71), 2000, p. 41-61. Disponível em: http://www.eclac.cl/publicaciones/default.asp?idioma=IN.

MACEDO, Roberto Sidnei. A etnopesquisa crítica e multireferencial nas ciências humanas e na educação. 2ª ed. Salvador: EDUFBA, 2004.

MOREIRA, Antônio Flávio B.; SILVA, Tomaz Tadeu da. (Org.) Currículo, cultura e sociedade. São Paulo: Cortez, 2002.

PEREIRA, Amilcar Araújo. “Por uma autêntica democracia racial!”: os movimentos negros nas escolas e nos currículos de história. Revista História Hoje. Vol. 1. nº 1.

PIMENTA. Selma Garrido. Professor Reflexivo: construindo uma crítica. UNESP: 2002.

RORTY, Amélie Oksenberg. Philosophers on Education: New Historical Perspectives. In: RORTY, Amélie Oksenberg. (Org.) The Ruling History of Education. London/New York: Routledge, 1998.

SCHWARTZMAN, Simon. Os desafios da educação no Brasil. Oxford: janeiro/março de 2003.

Publicado
2018-05-08
Como Citar
Pedreira, A. L. S. (2018). AS CONTRIBUIÇÕES DA FILOSOFIA PARA A FORMAÇÃO DE PROFESSORES CRÍTICO-REFLEXIVOS. Revista Educare, 2(2), 255-268. Recuperado de https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/educare/article/view/39517
Seção
Filosofia da Educação