Modelo de dados abertos conectados para informação legislativa

Palavras-chave: Dados abertos conectados. Linked Data. Web Semântica. Dados abertos governamentais. Dados legislativos. Câmara dos Deputados - Brasil.

Resumo

A presente pesquisa objetiva propor um modelo de dados abertos conectados (linked open data - LOD), para um conjunto de dados abertos legislativos da Câmara dos Deputados. Para tanto, procede-se à revisão de literatura sobre os conceitos de dados abertos, dados abertos governamentais, dados conectados (linked data), e dados abertos conectados (linked open data), seguido de pesquisa aplicada, com a modelagem de dados legislativos no modelo LOD. Para esta pesquisa foi selecionado o conjunto de dados "Deputados", que contém informações como partido político, unidade federativa, e-mail, legislatura, entre outras, sobre os parlamentares. Desse modo, observa-se que a estruturação do conjunto de dados em RDF (Resource Description Framework) é possível com reuso de vocabulários e padrões já estabelecidos na Web Semântica como Dublin Core, Friend of a Friend (FOAF), RDF e RDF Schema, além de vocabulários de áreas correlatas, como a Ontologia da Câmara dos Deputados italiana e a da Assembleia Nacional Francesa. Conforme recomendação do padrão Linked Data, os recursos foram relacionados também a outros conjuntos de LOD para enriquecimento semântico, como as bases Geonames e DBpedia. O estudo que permite concluir que a disponibilização dos dados governamentais, em especial, dados legislativos, pode ser feita seguindo as recomendações da W3C (World Wide Web Consortium) e, assim, integrar os dados legislativos à Web de Dados e ampliar as possibilidades de reuso e aplicações dos dados em ações de transparência e fiscalização, aproximando os cidadãos do Congresso e de seus representantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariana Baptista Brandt, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Unidade Faculdade de Filosofia e Ciências, Câmpus Marília e Câmara dos Deputados
Graduada em Biblioteconomia pela Universidade de Brasília (2006), mestre em Ciência da Informação pela Universidade de Brasília (2009), aluna de doutorado em Ciência da Informação na Universidade Estadual Paulista (ingresso em 2016).  
Silvana Aparecida Borsetti Gregorio Vidotti, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Unidade Faculdade de Filosofia e Ciências, Câmpus Marília

Professora Assistente-Doutora em Regime de Dedicação Integral à Docência e à Pesquisa da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências - FFC - Campus de Marília, Departamento de Ciência da Informação.

José Eduardo Santarem Segundo
Doutor e Mestre em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho-UNESP-Marília/SP; Professor Doutor no Departamento de Educação, Informação e Comunicação, da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo (USP); Docente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UNESP/Marília na linha de Informação e Tecnologia. Coordenador do GT8 - Informação e Tecnologia, da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciência da Informação (ANCIB).
Publicado
2018-08-28
Como Citar
Brandt, M. B., Vidotti, S. A. B. G., & Santarem Segundo, J. E. (2018). Modelo de dados abertos conectados para informação legislativa. Informação & Sociedade: Estudos, 28(2). Recuperado de https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/article/view/37979
Seção
Relatos de Pesquisa