Modelo FRSAD como base para a representação temática na descrição arquivística

Palavras-chave: Modelos Conceituais, Representação temática, Descrição Arquivística, FRSAD

Resumo

A organização e representação da informação nos arquivos vêm ganhando espaço de discussão na literatura da Ciência da Informação, especialmente após a automatização dos sistemas de informação. Os modelos conceituais, apoiados na perspectiva entidade/relacionamento, como os da família dos Functional Requirements (FR family), fornecem uma perspectiva para esse ambiente. Essa pesquisa considera que os documentos em arquivos apresentam especificidades, relacionadas à Organicidade e Proveniência que os diferenciam dos documentos em outros serviços de informação e, portanto, a representação temática desses documentos também apresenta peculariedades que devem ser consideradas. Esse estudo tem como objetivo estabelecer os themas para esses documentos, com base no modelo conceitual Functional Requiements for Subject Authority Data - FRSAD, da família FR. Apresenta como procedimentos metodológicos a pesquisa bibliográfica, para o mapeamento e identificação das entidades representativas de assunto presentes nos modelos conceituais para Descrição Arquivística. Foram identificados cinco modelos conceituais, três deles apresentam entidades específicas para representar o conteúdo dos documentos. A partir do conjunto de entidades analisadas, chega-se ao 'Conceito/Objeto', que representa a temática do documento e deriva da análise da Proveniência e da Organicidade, ou seja, do conjunto de entidades que as caracterizam, Agente, Função, Atividade, Data e Lugar. Conclui-se que os modelos conceituais para representação de assunto são pertinentes e colaboram no estabelecimento de múltiplas relações entre os conjuntos documentais em arquivos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciane Paula Vital, Universidade Federal de Santa Catarina
Professora doutora no depto de Ciência da Informação.
Marisa Bräscher, Universidade Federal de Santa Catarina
Professora doutora no Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação
Publicado
2018-08-28
Como Citar
Vital, L. P., & Bräscher, M. (2018). Modelo FRSAD como base para a representação temática na descrição arquivística. Informação & Sociedade: Estudos, 28(2). Recuperado de https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/article/view/38326
Seção
Relatos de Pesquisa