Critérios de qualidade em periódicos científicos

  • Paula Caroline Schifino Jardim Passos Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Jaire Ederson Passos UFRGS
  • Sônia Elisa Caregnato UFRGS
  • Tânia Luisa Koltermann da Silva UFRGS
Palavras-chave: Periódico científico. Avaliação de qualidade. Arquitetura da informação.

Resumo

A avaliação de periódicos científicos tem sido preocupação dos pesquisadores desde meados do século XX. Os critérios de avaliação inicialmente propostos consideravam a qualidade das revistas científicas em seu suporte original, o impresso. Porém, com o tempo, essas revistas adotaram preponderantemente o meio digital para publicação. Neste contexto, interessa à presente pesquisa investigar em que medida a avaliação dos periódicos científicos tem acompanhado o avanço tecnológico, abrangendo também aspectos relacionados ao suporte eletrônico. A questão que norteia a pesquisa é a seguinte: como as metodologias de avaliação de revistas científicas comtemplam critérios referentes ao meio digital? Para responder a esta pergunta, identificou-se, nas publicações relativas ao tema, critérios de qualidade de revistas científicas associados às especificidades da mídia eletrônica. O levantamento de dados foi efetuado nas bases Web of Science, Science Direct e Brapci, na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações, no Banco de Tese e no Google Acadêmico. Como recurso para visualização dos resultados, apresenta-se um quadro comparativo das metodologias de avaliação que destaca a presença dos critérios: meio impresso, meio eletrônico, hipertexto, hipermídia, usabilidade, acesso aberto, arquitetura da informação e recursos para interação e colaboração em rede. O quadro também informa sobre os autores que deram origem aos estudos relacionados e classifica as metodologias como qualitativa ou quantitativa. A pesquisa demonstra uma tendência de adequação das metodologias de avaliação de revistas científicas ao contexto digital e apresenta as áreas que ainda requerem estudos aprofundados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paula Caroline Schifino Jardim Passos, Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Doutora em Comunicação e Informação. Pesquisadora de Pós-doutorado no Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Jaire Ederson Passos, UFRGS
Professor assistente do Departamento de Design e Expressão Gráfica da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Design (PGDESIGN) da UFRGS.
Sônia Elisa Caregnato, UFRGS
Doutora em Information Studies pela University of Sheffield, Inglaterra. Professora Associada do Departamento de Ciências da Informação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Brasil
Tânia Luisa Koltermann da Silva, UFRGS
Professora Associada do Departamento de Design e Expressão Gráfica da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Professora Permanente do Programa de Pós-Graduação em Design (PGDESIGN) da UFRGS.
Publicado
2018-08-28
Como Citar
Passos, P. C. S. J., Passos, J. E., Caregnato, S. E., & Silva, T. L. K. da. (2018). Critérios de qualidade em periódicos científicos. Informação & Sociedade: Estudos, 28(2). Recuperado de https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/article/view/39101
Seção
Relatos de Pesquisa