A charge como documento: uma proposta a partir da análise documentária

Resumo

Trata da caracterização da charge como documento no escopo da organização do conhecimento. O objetivo é investigar o caráter informativo da charge a partir da aplicação das variáveis da análise documentária. Seleciona a análise documentária como a corrente teórica do tratamento temático da informação, no âmbito da Ciência da Informação, para efeitos de análise. Propõe que as variáveis da análise documentária de charge sejam: a) a estrutura narrativa da charge; b) as informações brutas presentes na charge; c) a terminologia da área; d) instituições de custódia da charge; e) os usuários da charge e f) o estoque do conhecimento anterior do analista e sua formação ideológica. Conclui que a análise documentária é uma vertente possível de olhar a charge como documento viabilizando o seu tratamento temático, propondo variáveis para a análise documentária de charges no âmbito de sistemas de recuperação da informação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thulio Pereira Dias Gomes, Universidade Federal Fluminense

Bibliotecário-documentalista da Biblioteca Universitária de Campos dos Goytacazes (BUCG), da Superintendência de Documentação (SDC), da Universidade Federal Fluminense. Doutorado em andamento no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PPGCI) da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da Universidade de São Paulo (USP).

Rosali Fernandez de Souza, Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia
Pesquisadora titular do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia
Publicado
2020-05-26
Como Citar
Gomes, T. P. D., & Souza, R. F. de. (2020). A charge como documento: uma proposta a partir da análise documentária. Informação & Sociedade: Estudos, 30(2). https://doi.org/10.22478/ufpb.1809-4783.2020v30n2.50939
Seção
Comunicações de Trabalhos/Pesquisas em Andamento