Indexação de xilogravuras à luz da Semântica Discursiva

Resumo

Estuda a indexação de xilogravuras cujas imagens expressivas representam narrativas da memória e da cultura popular, evocando em seus leitores percepções e sensações plurais. Tem como objetivo geral apresentar uma proposta de metodologia para indexação de imagens, em especial xilogravuras, considerando o arcabouço teórico-metodológico da Semântica Discursiva. Utiliza metodologia de caráter descritivo e exploratório pautada na abordagem qualitativ, com universo que compreende os folhetos de cordel cujas xilogravuras e versos foram produzidos pelo poeta  e xil´ógrafo Marcelo Soares. Busca subsídio teórico-metodológico na discursivização semântica, privilegiando os processos de figurativização e tematização, no intuito de contribuir para a produção significativa de metadados semânticos na indexação de imagens. Considera que a análise de imagens como as xilogravuras deve estar pautada, primeiramente, na narrativa visual e na articulação semântica da mesma com o conteúdo das fontes adicionais relacionadas a esses recursos (como o título, legendas, versos do folheto e tags atribuídas pelos usuários em um dado sistema), contemplando os procedimentos de figurativização e tematização da Semântica Discursiva. Constata que a Semântica Discursiva é ferramenta contribuinte para que os profissionais indexadores tenham certeza de que estão muito mais próximos dos temas retratados nas xilogravuras. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Raimunda Fernanda dos Santos, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Docente do Departamento de Biblioteconomia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Doutora em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). 

Publicado
2020-05-26
Como Citar
Santos, R. F. dos. (2020). Indexação de xilogravuras à luz da Semântica Discursiva. Informação & Sociedade: Estudos, 30(2). https://doi.org/10.22478/ufpb.1809-4783.2020v30n2.52062
Seção
Relatos de Pesquisa