DISCURSO CIENTÍFICO E DISCURSO JORNALÍSTICO: uma análise discursiva de seu funcionamento

Autores

  • Clarinda Rodrigues Lucas

Resumo

Tendo em vista o nosso propósito de analisar o imaginário que permeia a expressão meninos de rua como veiculada pela mídia, contrapondo-a à expressão crianças de rua utilizada nos artigos publicados por cientistas sociais em revistas acadêmicas, mobilizaremos nesta reflexão a teoria da análise de discurso. O objeto de nossas análises será composto por artigos selecionados do jornal Folha de São Paulo, vistos como discurso jornalístico, e por resumos de artigos incluídos na base de dados SOCIOFILE - Sociological Abstracts, vistos como discurso científico. Buscamos compreender a passagem da noção de criança para a noção pré-construída de menino de rua e o que decorre desta passagem. Relacionamos as questões relativas à estruturação discursiva como constitutiva de uma certa memória social, com o discurso da mídia e o discurso científico quando trata dos meninos de rua.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2003-06-30

Como Citar

Lucas, C. R. (2003). DISCURSO CIENTÍFICO E DISCURSO JORNALÍSTICO: uma análise discursiva de seu funcionamento. Informação &Amp; Sociedade: Estudos, 13(2). Recuperado de https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/article/view/98

Edição

Seção

Relatos de Pesquisa