O CONHECIMENTO E A APRENDIZAGEM ORGANIZACIONAL NO CONTEXTO DE UMA ORGANIZAÇÃO RURAL

  • Ivânia Freire Silva Universidade Federal da Grande Dourados
  • Erlaine Binotto Universidade Federal da Grande Dourados
Palavras-chave: Conhecimento. Criação do conhecimento. Modos de conversão do conhecimento. Aprendizagem organizacional.

Resumo

O objetivo deste artigo consiste em verificar, no contexto de uma cooperativa de leite, como ocorrem os modos de conversão do conhecimento, por meio da aplicação do modelo de Nonaka e Takeuchi (1997). Trata-se de uma pesquisa de caráter qualitativo do tipo exploratória, descritiva e explicativa, complementada por dados quantitativos. Os dados foram coletados na Cooperativa Agroindustrial do Vale do Ivinhema Ltda, situada no Município de Nova Andradina - MS. Além de pesquisa documental, foram feitas entrevistas semiestruturadas junto a alguns cooperados e dirigentes para, em seguida, ser realizada a análise de conteúdo. Os resultados mostraram que a atividade denominada: Dia de Campo, realizada pela cooperativa, promove a interação do grupo de produtores, o que resulta no compartilhamento das experiências e na troca de informações, propiciando o surgimento de conhecimento pelo aprendizado na prática. Estes fatores estão presentes nas fases de socialização e internalização do conhecimento. Nas fases de externalização e combinação do conhecimento, os cooperados somente fazem o uso do conhecimento técnico, sem uma visão compartilhada. O site da cooperativa não é utilizado para o compartilhamento do conhecimento. Entende-se que para ocorrer a criação do conhecimento, no segmento da cooperativa, há a necessidade de avanços significativos, tais como uma mudança de cultura organizacional voltada ao conhecimento e não somente à obtenção de informações que regularizam os processos produtivos para atender as normativas do setor.

Biografia do Autor

Ivânia Freire Silva, Universidade Federal da Grande Dourados
Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Agronegócios pela Universidade Federal da Grande Dourados, Brasil. Bolsista da CAPES
Erlaine Binotto, Universidade Federal da Grande Dourados
Doutora em Agronegócio. Docente e coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Agronegócios da Universidade Federal da Grande Dourados, Brasil
Publicado
2013-06-28
Seção
Relatos de Pesquisa | Research Articles