GESTÃO DO CONHECIMENTO E A ORALIDADE NA CAPES:IMPLICAÇÕES À INTELIGÊNCIA COLETIVA

  • Mônica Maria Rebelo Velloso da Silveira
  • Ivan Rocha Neto
Palavras-chave: Comunicação Oral. Gestão do Conhecimento, Cultura Organizacional, Inteligência Coletiva, Metodologia do Discurso do Sujeito Coletivo.

Resumo

Foram pesquisadas as formas de socialização de experiências e conhecimentos no âmbito da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento do Pessoal de Nível Superior), por meio de transmissão oral. Foi investigada a possibilidade da implantação de processos de gestão do conhecimento como estratégias de aprendizagem organizacional para preservação da identidade e da cultura da instituição, sobretudo no atual momento de expansão e diversificação de suas atividades e de renovação de seu quadro funcional. São apresentados os resultados de duas pesquisas de natureza qualitativa para avaliação das percepções dos protagonistas envolvidos, com base em um questionário e entrevistas, sintetizadas pela metodologia do Discurso do Sujeito Coletivo. Também é apresentada a fundamentação teórica sobre a formação da inteligência coletiva na organização.

Biografia do Autor

Mônica Maria Rebelo Velloso da Silveira
Coordenadora da unidade de Gestão e Documentação da Capes, mestre em Sistemas de Informação pela The American University (EUA, 1993) e doutoranda do Programa de Pós-Graduação Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde - Associação de IES (UFRGS, FURG, UFSM).
Ivan Rocha Neto
PhD em Eletrônica pela Universidade de Kent at Canterbury (Reino Unido, 1975). Docente-pesquisador do Mestrado em Gestão do Conhecimento e da TI da Universidade Católica de Brasília, também credenciado pelo Programa de Pós-Graduação Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde - Associação de IES (UFRGS, FURG, UFSM)
Publicado
2013-08-19
Seção
Relatos de Pesquisa | Research Articles