REDUÇÃO DE FUNGOS EM AMBIENTE DE BIBLIOTECA: VIABILIDADE DE APLICAÇÃO DE NEBLINA ATIVADA

  • Ana Lúcia Pereira de Carvalho Ribeiro
  • Nídia Maria Lienert Lubisco Universidade Federal da Bahia
Palavras-chave: Qualidade do ar. Ambientes internos, Bibliotecas, Fungos, Bioaerossois.

Resumo

A qualidade do ar em ambientes de trabalho tem influência direta na qualidade de vida e bem-estar das pessoas que ocupam ou transitam nesses locais. Contaminantes biológicos, como fungos e bactérias, utilizam o material particulado (pólen, escamas de pele humana, pelos, poeira entre outros) como substrato para se multiplicar. Estudos revelam que em ambientes fechados, com ventilação e climatização artificiais, é comum os ocupantes apresentarem sintomas persistentes, tais como: alergia, dor de cabeça, irritação nos olhos e nas mucosas, dores de garganta, tonturas e fadiga. As bibliotecas constituem um desses ambientes e, no caso brasileiro, apesar das normas existentes, há poucos estudos a respeito e praticamente nenhuma iniciativa de qualificação do ar dessas unidades. Este trabalho tem como objetivo analisar a efetividade do sistema de neblina quimicamente ativada para a redução de fungos no ambiente interno de bibliotecas. As medidas quantitativas de fungos no ar foram realizadas no interior na Bibliotheca Gonçalo Moniz, a unidade histórica da Faculdade de Medicina da Bahia, localizada no Centro Histórico de Salvador, com e sem o uso do sistema de neblina quimicamente ativada. O uso do sistema atingiu a redução de até 95% dos fungos presentes no ar interior da biblioteca. Originada do campo da saúde do trabalhador, esta pesquisa e seus resultados, por sua relevância, podem suscitar novos estudos, bem como determinar políticas institucionais de largo alcance para ambientes de bibliotecas, no país.

Biografia do Autor

Ana Lúcia Pereira de Carvalho Ribeiro
Mestre em Ambiente, Saúde e Trabalho pela Universidade Federal da Bahia
Nídia Maria Lienert Lubisco, Universidade Federal da Bahia
Doutora em Documentação pela Universidad Carlos III de Madrid. Professora da Universidade Federal da Bahia.
Publicado
2016-12-17
Seção
Relatos de Pesquisa | Research Articles