FLUXO NA GESTÃO DA INFORMAÇÃO TÉCNICA E CIENTÍFICA DO INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE

  • Bernardete Ros Chini Instituto Federal Catarinense BR 280 - KM 27 - cx postal 21 Bairro Colégio Agrícola - CEP: 89245-000 Araquari - SC - Fone (47) 3803-7251 http://orcid.org/0000-0002-7422-2496
  • Ursula Blattmann Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação, Departamento de Ciências da Informação. UFSC - CED- CIN Instituto de Pesquisas Biblion - sala 204 (Prédio C CED) 2. andar Trindade 88040900 - Florianópolis, SC - Brasil - Caixa-postal: 490 Telefone: (48) 37214183 Ramal: 4075 Fax: (48) 37219756 URL da Homepage: http://cin.ced.ufsc.br/
Palavras-chave: Fluxos da informação, Gestão da Informação, Instituto Federal Catarinense

Resumo

A pesquisa objetiva analisar o fluxo de Gestão da Informação técnica e científica publicada no Instituto Federal Catarinense. Como procedimentos metodológicos, definiu-se: a pesquisa de bibliográfica para compor a contextualização teórica; a pesquisa documental para categorizar o fluxo da informação; a pesquisa aplicada, pois pretende contribuir com fins práticos; o método descritivo, do tipo estudo de caso e análise documental para descrever o fluxo informacional; a abordagem qualitativa para análise das informações. Os resultados obtidos na análise documental dos relatórios anuais de gestão sobre as publicações bibliográficas foram divididos em quatro etapas, conforme o modelo de fluxo da informação de Davenport aplicado no estudo de caso: Determinação das exigências de publicação registradas nos relatórios anuais de gestão da instituição; Obtenção das informações das publicações que estavam no Currículo Lattes dos pesquisadores e registradas nas Agência do ISBN e do ISSN; Distribuição das publicações nos catálogos do Pergamum (adotado pelo Sistema de Bibliotecas da instituição) e da Biblioteca Nacional que recebe o depósito legal; e Uso interno por meio de consulta local e empréstimo das publicações nas bibliotecas dos 15 campi, e externo por meio de citações no Google Acadêmico. A conclusão aponta algumas barreiras nas etapas do fluxo de gestão da informação das publicações da instituição. Espera-se contribuir nas melhorias dos processos de gestão da informação publicada desde sua exigência legal de criação até a obtenção, organização, recuperação, uso, citação e preservação da memória institucional do IFC para fins acadêmicos e administrativos (legais).

Biografia do Autor

Bernardete Ros Chini, Instituto Federal Catarinense BR 280 - KM 27 - cx postal 21 Bairro Colégio Agrícola - CEP: 89245-000 Araquari - SC - Fone (47) 3803-7251
Mestre em Ciência da Informação (01/03/2018) pelo Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação - PGCIN e Bacharel em Biblioteconomia (19/08/2000) pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC . Bibliotecária do Instituto Federal Catarinense - IFC.
Ursula Blattmann, Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação, Departamento de Ciências da Informação. UFSC - CED- CIN Instituto de Pesquisas Biblion - sala 204 (Prédio C CED) 2. andar Trindade 88040900 - Florianópolis, SC - Brasil - Caixa-postal: 490 Telefone: (48) 37214183 Ramal: 4075 Fax: (48) 37219756 URL da Homepage: http://cin.ced.ufsc.br/
Professora da Universidade Federal de Santa Catarina nas áreas de Biblioteconomia, Arquivologia e Ciência da Informação. Possui graduação em Biblioteconomia pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC (1986), mestrado em Biblioteconomia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1994) e doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (2001).
Publicado
2018-12-26
Seção
Relatos de Pesquisa | Research Articles