O USO DE ONTOLOGIAS NO REGISTRO DE LIÇÕES APRENDIDAS EM PROJETOS GERENCIADOS COM SCRUM

Mauricio Augusto Cabral Ramos Júnior, Regina de Barros Cianconi

Resumo


O objetivo deste artigo é discorrer como, por meio do uso de ontologias como suporte à aplicação de métodos de apuração de lições aprendidas, pode ser estabelecida uma relação entre Gestão do Conhecimento e Gestão de Projetos gerenciados segundo os preceitos do Scrum. Neste intuito, é realizada uma pesquisa bibliográfica, qualitativa e exploratória, buscando textos em bases de dados, livros e periódicos eu abordam as temáticas estudadas. Foram encontrados textos na Ciência da Informação, Ciência da Computação e Administração de Empresas que tratam de aspectos do relacionamento entre os temas pesquisados. A análise da literatura mostra que a Gestão do Conhecimento e a Gestão de Projetos são atividades complementares, que possuem pontos de encontro orientados ao fortalecimento do aprendizado e, portanto, devem ser conduzidas de maneira integrada, através de indivíduos, medidas organizacionais e tecnologias da informação e comunicação. Como parte da análise dos resultados é construído um mapa conceitual para ilustrar como os temas estudados se relacionam. O estudo conclui que o uso de ontologias favorece a aplicação de métodos de registro de lições aprendidas em projetos gerenciados através do Scrum, para validar, organizar e representar o considerável conhecimento tácito que é comumente empregado nestes projetos.

Palavras-chave


Gestão do Conhecimento. Gestão de Projetos. Scrum. Lições Aprendidas. Ontologia.

Texto completo:

PDF


Locations of visitors to this page

Licença Creative Commons
Os originais publicados na Perspectivas em Gestão & Conhecimento estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons 3.0 Brasil (obrigatoriedade de atribuição de créditos/vedado uso comercial/vedada criação de obras derivadas/permitida citação referenciada).
Perspectivas em Gestão & Conhecimento - PG&C, Cidade de João Pessoa, Estado da Paraíba, Brasil.
ISSN: 2236-417X (formato eletrônico).