A Utilização do Twitter na Análise do Disclosure Voluntário das Empresas Brasileiras com Níveis Diferenciados de Governança Corporativa

  • Sandriele Leite Mota UFPB
  • Suelem Katherinne de Macedo Pinto UFPB
Palavras-chave: Disclosure Voluntário, Governança Corporativa, Twitter

Resumo

Objetivo: O objetivo foi analisar o nível de disclosure voluntário das companhias brasileiras de capital aberto, por meio da rede social Twitter, considerando para tanto as empresas que aderiram aos níveis diferenciados de Governança Corporativa da BM&FBovespa.Fundamento: Tendo em vista que as empresas que aderem aos níveis diferenciados de governança corporativa possuem maior preocupação com a transparência das informações aos agentes interessados e analisando o fato de que as redes sociais possibilitam o acesso a informação com menores custos de divulgação, tem-se como hipótese que empresas com melhores níveis de governança corporativa vão apresentar melhores níveis de disclosure voluntário nas suas contas oficiais do Twitter.Método: Desta forma, partiu-se das empresas que compõem o índice Ibovespa que possuíam contas oficiais na rede social Twitter, no período de janeiro a junho de 2016, resultando numa amostra de 64 observações. Utilizou-se o modelo logístico ordinal, cuja variável explicativa consistiu no Nível de Governança (NG) e as variáveis de controle inseridas no modelo foram tamanho (TAM) que corresponde ao logaritmo natural do ativo total, o setor (SETOR) como variável para medir a regulação e a alavancagem (ALAV).Resultados: Os resultados apontaram que a partir do teste McFadden R2 (também conhecido como pseudo R2), verificou-se que o desempenho do modelo analisado comparativamente ao modelo reduzido (apenas com o intercepto) consistiu em 10,13%, e apenas a variável de controle “tamanho” se comportou estatisticamente significante com o disclosure voluntário no Twitter, representando que as empresas maiores tem mais probabilidade de divulgarem informações voluntárias, comparativamente a empresas menores.Contribuições: os achados da pesquisa, em sua maioria, divergiram do encontrado em outros trabalhos, numa análise específica das redes sociais, a partir de informações voluntárias.
Publicado
2016-12-31
Seção
Seção Nacional