I am the future of drag: A drag mal interpretada em Rupaul’s Drag Race

Jackson Jacques, Maria Luiza Carvalho

Resumo


A partir da análise dos estilos de drag queen apresentados em RuPaul’s Drag Race, concebemos o conceito de drag mal interpretada, a fim de analisar o desenvolvimento da drag subversiva no reality show. Baseando-nos no histórico de cinco participantes de diferentes temporadas, que atribuímos à categoria devido ao encaixe de suas características, buscamos analisar a construção de identidade da drag mal interpretada, além das práticas de discurso e o posicionamento pessoal das mesmas dentro da competição. Por fim, objetivamos entender a aceitação da categoria ao longo das edições do programa e a configuração de uma possível nova tendência a partir da ressignificação do termo de uma ganhadora a outra.

Palavras-chave: RuPaul’s Drag Race. Drag queen. Drag mal interpretada. Futuro da drag. Queer


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22478/ufpb.1807-8931.2018v14n2.38345

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


___________________________________________________________________________________________________________


Periódico indexado nas seguintes bases de dados:
           
_
__________________________________________________________________________________________________________