Percepção do Ensino Superior por Alunos Trabalhadores e Não-Trabalhadores

  • Daniel Kamlot ESPM/RJ; EBAPE/FGV; PUC-Rio

Resumo

Neste artigo compara-se a expectativa dos estudantes de Administração que ainda não trabalham com a percepção daqueles já empregados quanto à importância do ensino superior para suas vidas profissionais. Foi realizada uma pesquisa descritiva, com dados obtidos de questionários fechados, e cruzamentos dos dados, possibilitando uma análise do comportamento do público pesquisado. Conforme os resultados, quase um quarto dos alunos não-trabalhadores espera que muito do aprendizado obtido nas instituições de ensino superior seja útil na sua futura atuação profissional, enquanto que alunos trabalhadores percebem que isto não ocorre, tendo poucos deles referido que o aprendizado acadêmico seja aplicado na prática em grande magnitude.

Biografia do Autor

Daniel Kamlot, ESPM/RJ; EBAPE/FGV; PUC-Rio
Doutor e Mestre em Administração de Empresas. Professor da ESPM/RJ, da EBAPE/FGV e da PUC-Rio
Publicado
2016-09-29
Como Citar
Kamlot, D. (2016). Percepção do Ensino Superior por Alunos Trabalhadores e Não-Trabalhadores. TPA - Teoria E Prática Em Administração, 5(2), 190-214. https://doi.org/10.21714/2238-104X2015v5i2-25370
Seção
Artigos de Pesquisa (Research Papers)