Religião no Contexto de uma Esfera Pública Ordenada Jurídica e Democraticamente

Manoel Ribeiro de Moraes Junior, Luanara Gabrielly da Silva Ribeiro

Resumo


Este artigo enfoca a tensão existente entre o ideal deontológico da soberania de um Estado Democrático e Constitucional e o aspecto político da luta pelo reconhecimento contínuo das preferências religiosas por partes de grupos de sua sociedade civil, como uma dinâmica necessária a uma sociedade multirreligiosa, multicultural e até mesmo secularizada, mas que que vê livre e soberana. O artigo de divide em quatro partes: I) a primeira parte apresenta um enredo de formação da personalidade, linguagem e sociedade, logo também de religião, revelando o papel importante da linguagem no processo de formação, coesão e reflexiva, tanto em contexto específico de cultura como também numa esfera pública multicultural. II) A segunda parte considera o contexto multicultural, no qual personalidades linguísticas se articulam em trocas simbólicas e em acordos normativos cooperativos ou colonizadores. Quando cooperativos, as relações linguísticas estão sob exigência do dever agir de modo que as expectativas de reciprocidades sejam aquelas que vá além das exercidas em comunidades culturais homogêneas ou dos interesses restritamente particulares. III) A terceira parte aborda a questão da inclusividade como prática fundamental de uma democracia multicultural; IV) Finalmente, a quarta parte discute a ideia hipotética de uma democracia constitucional que sobrevive sob a tensão dinâmica entre a regulação equânime do direitos mínimos ao bem-estar social e a inclusão e o reconhecimento jurídico de valores e dignidades publicitáveis.

Palavras-chave


Democracia Discursiva; Multiculturalismo; Religião

Texto completo:

PDF

Referências


ARAUJO,_Luiz_Bernardo_Leite. Racionalização e desencantamento: sobre a releitura habermasiana da obra weberiana._In: COSTA JR., Josias da; MORAES JR., M. R. (Org.)._Religião em diálogo: considerações interdisciplinares sobre religião, cultura e sociedade. 1 ed. Rio de Janeiro: Horizonal, 2008, p. 11-24.

________. Pluralismo e justiça. Estudos sobre Habermas. São Paulo: Loyola, 2012.

BELLAH, Robert N. Beyond belief. Essays on religion in a Post-Traditionalist world._Berkeley, Los Angeles, London: California University Press, 1991.

BERTEN, André. A Religião numa perspectiva evolucionista: Max Weber e Jürgen Habermas. Jürgen Habermas – 80 anos. Revista Tempo Brasileiro. Rio de Janeiro, n. 181-182, abr-set,, 2010, p. 168-186.

CHRISTIN, Olivier. L´autonomisation de la raison politique au XVIº siècle._Paris_: Seuil, 1997.

DUPEYRIX, Alexandre. Compreender Habermas. São Paulo: Edições Loyola, 2012.

FLEINER-GERSTER, Thomas. Teoria Geral do Estado. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

HABERMAS, Jürgen et al._The Power of Religion in the Public Sphere.__New York: Columbia University Press, 2011.

________. Entre Naturalismo e Religião. Estudos Filosóficos. Trad. Flavio Siebeneichler. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2007.

________. Direito e democracia: entre facticidade e validade (2 Vols.).__Tradução de Flávio Beno Siebeneichler. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1997.

________. A inclusão do outro: estudos de teoria e política. Tradução de George Sperber e Paulo Astor Soethe. São Paulo: Loyola, 2002.

________. Para a reconstrução do materialismo histórico. São Paulo: Ed. Brasiliense, 1990.

________. Pensamento Pós-Metafísico. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1990.

________. O Futuro da Natureza Humana. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

________. Teoria de la acción comunicativa I. Racionalidad de la accíon y racionalización social. Madrid: Taurus, 1987.

________. Teoría de la acción comunitativa: complementos y estúdios previos. Madrid: Catedra, 1979.

MARTIN, David._On secularization: towards a revised general theory._Aldershot (England): Ashgate, 2005.

PIERUCCI, Antonio Flávio. O desencantamento do mundo. Todos os passos do conceito em Max Weber. São Paulo: 34, 2003.

TAYLOR, Charles et al._Multiculturalismo. Lisboa: Instituto Piaget, 1998.

________._Uma era secular. São Leopoldo: Unisinos, 2010.

RAWLS, John. Political Liberalism_(paperback edition with a new introduction). New_York: Columbia University Press, 1996.

________. The Law of Peoples: with “The Idea of Public Reason Revisited”._Cambridge (Mass.): Harvard University Press, 1999.

________._Lectures on the history of moral philosophy._Edited by Barbara Herman. Cambridge (Mass.): Harvard University Press, 2000.




DOI: https://doi.org/10.18012/arf.2016.34029



e-ISSN 2318-9428
p-ISSN 2358-8470

Facebook Follow us on Twitter ResearchGate

© 2014 Aufklärung, doi:10.18012/ARF, e-ISSN 2318-9428, p-ISSN 2358-8470 | revistaaufklarung@hotmail.com | João Pessoa-PB-Brasil | CC BY Attribution 4.0 International


Principais Indexadores / Bases de Indexação

Sistema de Información Científica Redalyc Filiada ao CrossRefThe Philosopher's Index Portal de Periódicos da CAPES  DOAJLATINDEXERIHPLUS ::  Norwegian Social Science Data Services (NSD)Filiada ao CrossRefABEC - Revista filiada à ABECInstituto Brasileiro de Informação em Ciência e TecnologiaiThenticate: Prevent Plagiarism in Published Works Publisher copyright policies & self-archiving WorldCat Social Science Open Access Repository Elektronische Zeitschriftenbibliothek   PortalUFPB

indexing and abstracting