Todos contra o terror: os atentados na França e a ação coletiva acionada por Istoé

André Melo Mendes, Raquel Dornelas

Resumo


O ano de 2015 ficou marcado pela publicização do Estado Islâmico e de uma nova forma de terrorismo, sem fronteiras, que se estendeu para Europa, mais especificamente, a França, símbolo dos ideais iluministas que sustentam a identidade ocidental. Diante do medo provocado por essa forma de ameaça, a imprensa mundial, inclusive a brasileira, passou a construir narrativas com o objetivo de fornecer à sociedade uma resposta plausível a tais acontecimentos. O objetivo desse artigo é analisar o relato contido em duas reportagens veiculadas pela revista Istoé, que abordam os atentados de 2015. Para compreender como o processo de individualização dos acontecimentos foi realizado, utilizaremos o conceito de ação coletiva desenvolvido por Louis Quéré.

Palavras-chave: Acontecimento. Terrorismo. Ação coletiva.

Texto completo:

PDF


UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA / CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES - PPGC/UFPB