Imagens de mulheres em contexto de cuidado em saúde mental

Resumo

As imagens selecionadas são registros de um trabalho de campo realizado entre 2018 e 2019 em uma clínica de reabilitação psiquiátrica do município do Rio de Janeiro, onde atuei na condição de pesquisadora e colaboradora voluntária. A clínica tem uma particularidade: um lugar onde não se admite internações e quem a frequenta pode entrar e sair a qualquer momento. Pessoas em sofrimento psíquico procuram a instituição para a prática de terapia ocupacional em ateliês de arte, contando com práticas de expressão corporal, como teatro, dança, entre outras atividades. As práticas terapêuticas são fundamentadas no método “emoção de lidar”, desenvolvido pela psiquiatra brasileira Nise da Silveira, reconhecida por humanizar o tratamento dado a pacientes psiquiátricos a partir da vinculação da prática psiquiátrica à arte e ao afeto.

Biografia do Autor

Raquel Tavares de Lima, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Mestranda em Sociologia e Antropologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Bacharel em Comunicação Social - Jornalismo pela UFRJ. Foi bolsista de graduação sanduíche (CAPES) no curso de Estudos em Comunicação da Universidade Estadual de Nova York em Buffalo, Estados Unidos. Tem trajetória na área de comunicação, antropologia e saúde mental e dedica-se a investigar relações entre arte, política e gênero. No mestrado desenvolveu pesquisa etnográfica sobre a produção artística de mulheres que trabalharam em uma clínica de reabilitação psiquiátrica do Rio de Janeiro. É pesquisadora associada ao Núcleo de Experimentações em Etnografia e Imagem, do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia da UFRJ e do grupo de pesquisa de Desinstitucionalização, Políticas Públicas e Cuidado, na Fundação Oswaldo Cruz. Na área de saúde pública, também atuou como assistente de disseminação científica de pesquisas do programa "Políticas Públicas, Modelos de Atenção e Gestão à Saúde", ação da Vice Presidência de Pesquisa e Coleções Biológicas da Fiocruz.

Publicado
2021-02-07