Submissões

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita (o ineditismo não se aplica aos preprints), e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.
  • URLs para as referências foram informadas quando possível.
  • O texto está em espaço 1,5; usa uma fonte de 12-pontos; as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento na forma de anexos.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores.
  • Em caso de submissão a uma seção com avaliação pelos pares, assegurar-se que foram seguidas as instruções referentes ao processo de avaliação duplo-cego, conforme especificado em Diretrizes para Autores.
  • Os autores têm conhecimento sobre as recomendações éticas para pesquisa e publicações, e declaram que as seguiram.
  • As pessoas indicadas como autoras participaram substancialmente da elaboração do trabalho, seguindo as diretrizes acadêmicas de produção intelectual, utilizando-se dos dados de terceiros em conformidade com as regras antiplágio.

Diretrizes para Autores

Os manuscritos devem ser submetidos para as seções da revista, observando-se as regras gerais e específicas:

 REGRAS GERAIS:

1) Os manuscritos devem ser submetidos pelo sistema online da Revista Caos. Para enviar a submissão, o autor precisa estar cadastrado no sistema, o e-mail informado deve ser válido e estar ativo;

2) Quanto à formatação, os textos devem seguir o padrão:

  1. Fonte Times New Roman;
  2. Espaçamento 1,5;
  3. Tamanho 12 da fonte para todo o texto, incluindo título, subtítulo e títulos secundários. Exceção para as citações diretas com mais de três linhas (com recuo de 4 cm), que devem ser escritas em fonte 10 e espaçamento simples.

3) Quanto às normas de referências e citações, os autores devem se orientar pelas normas da ABNT: 6023: 2020 e 10520: 2002 respectivamente.

Adotamos o sistema de referência autor-data, conforme ABNT 10520: 2002. As fontes devem ser citadas no corpo do texto (e não em nota de rodapé), indicando-se o sobrenome do autor, o ano da obra e a página (exemplo: WEBER, 1979, p. 30). Acrescenta-se, ao final do texto, a lista de referências, contendo apenas as referências completas das fontes citadas no corpo do texto. As notas de rodapé devem ser utilizadas apenas para acrescentar informações às ideias do texto, devem ser curtas e objetivas. Recomenda-se um número discreto de notas.

Expressões do tipo idem, ibidem, op. cit. não devem ser utilizadas no sistema de referência autor-data. Essas expressões devem ser utilizadas quando as referências são feitas em notas de rodapé (o que não é o caso desta revista).

Na lista de referências, quando um título possuir mais de quatro autores, é permitido que se faça a chamada apenas pelo nome do primeiro autor seguido da expressão et al., porém o ideal é que todos os autores sejam indicados.

Quando houver uma sequência de obras do mesmo autor, deve-se repetir o nome do autor em todas elas  (não se deve utilizar o travessão).

Exemplo:

WEBER, M. Economia e sociedade. 3. ed. Brasília: UnB, 1994. v. 1.
WEBER, M. Sobre a teoria das ciências sociais. São Paulo: Moraes, 1991.
WEBER, M. A ética protestante e o espírito do capitalismo. 5. ed. São Paulo: Pioneira, 1979.

Deve-se utilizar o negrito para fazer o destaque na referência. Nos exemplos acima, o título da obra foi destacado em negrito.

Na lista de referências, devem constar apenas as obras que foram citadas no corpo do texto. Elas devem ser organizadas em uma única lista por ordem alfabética, cujo título deve ser: “Referências” (e não “Bibliografia” ou “Referências Bibliográficas”).

Quando houver mais de uma obra do mesmo autor, elas devem ser ordenadas do ano mais recente para o mais antigo.

Se o ano for o mesmo para duas ou mais obras do mesmo autor, deve-se diferenciá-los acrescentando-se a sequência de letras: “a”, “b”, sucessivamente.

Exemplo:

MARANHÃO. Secretaria de Estado da Cultura. Memória de velhos: depoimentos: uma contribuição à memória oral da cultura popular maranhense. São Luís: Lithograf, 1997a. v. 1.
MARANHÃO. Secretaria de Estado da Cultura. Memória de velhos: depoimentos: uma contribuição à memória oral da cultura popular maranhense. São Luís: Lithograf, 1997b. v. 2.
MARANHÃO. Secretaria de Estado da Cultura. Memória de velhos: depoimentos: uma contribuição à memória oral da cultura popular maranhense. São Luís: Lithograf, 1997c. v. 3.

Mais informações sobre referências e citações, consulte: Modelo de referências.

4 – Para garantir a integridade da avaliação por pares (duplo-cega), todo esforço deve ser feito para que as identidades dos autores e revisores permaneçam anônimas, verificando-se se as seguintes medidas foram tomadas em relação ao texto e às propriedades do arquivo:

  • O(s) autor (es) do documento deve(m) excluir seu nome do texto, substituindo-o, quando necessário, pelo literal "Autor"; nas referências e notas de rodapé, não apresentar títulos de suas publicações e outras informações que possam recuperar a identidade dos autores.
  • Em documentos do Microsoft Office ou similares, a identificação do autor deve igualmente ser removida das propriedades do arquivo.

5 – É necessário preencher os campos do formulário de submissão. Além dos campos obrigatórios, devem ser informados o resumo da biografia e o Orcid dos autores. As informações contidas no formulário aparecerão na página do artigo quando for publicado. Por isso, é importante que as informações sejam atualizadas e coerentes;

6 – Aderimos  aos Princípios de Transparência e Boas Práticas em Publicação Científica, por isso é importante que nossos autores conheçam e sigam as orientações que tratam da ética em pesquisas com seres humanos, previstas pelas Resoluções nº 466, de 12 de dezembro de 2012 e nº 510, de 07 de abril de 2016, ambas do Conselho Nacional de Saúde.

 7 - As pessoas indicadas como autoras devem ter participado substancialmente da elaboração do trabalho, seguindo as diretrizes éticas e acadêmicas de produção intelectual, incluindo o uso adequado de material de terceiros, evitando práticas ilícitas, como o plágio.

Em relação à definição de “autoria”, pautamo-nos pelos seguintes princípios, listados pelo Comitê de Política Editorial (CSE), em Diretrizes do CSE para promover integridade em publicações de periódicos científicos (2017, p. 32):

  • A identificação de autores e de outros colaboradores é responsabilidade de quem realiza o estudo (pesquisadores) e não de quem o publica (editores e Publisher). Os pesquisadores devem determinar quais indivíduos contribuíram suficientemente para o estudo a fim de justificar sua identificação como autor.
  • Os indivíduos que contribuíram para o estudo, mas cujas contribuições não foram de magnitude suficiente para justificar a autoria devem ser identificados em uma seção destinada a agradecimentos [no final do artigo].
  • Todos os indivíduos qualificados para autoria ou agradecimento devem ser identificados [na versão final]. Cada pessoa identificada como autor ou contribuidor deve ser qualificada pelo seu papel.
  • Indivíduos listados como autores devem rever e aprovar o manuscrito antes da publicação.
  • Os editores devem requerer que os autores e colaboradores descrevam suas contribuições ao estudo para disponibilizar aos leitores.
  • A razão principal para a identificação de autores e outros colaboradores é estabelecer a responsabilidade final pelo estudo relatado.

 

REGRAS ESPECÍFICAS:

ARTIGOS

Esta seção inclui os artigos para dossiê e artigos livres. Os manuscritos a ela submetidos serão avaliados por pares (peer review), conforme descrito nas etapas do fluxo editorial.

Os artigos compreendem textos analíticos (derivados de pesquisas teórico-empíricas) ou de revisão (análise e discussão de ideias já publicadas), resultantes de estudos e pesquisas originais.  Devem conter entre 5 e 10 mil palavras, incluindo resumos e referências.

O texto deve apresentar título, escrito em caixa alta, no alto da primeira página. Caso haja subtítulo, deve ser escrito em caixa baixa, separado do título por dois pontos. Destacados em negrito e alinhados à direita.

Logo abaixo, seguem título e subtítulo traduzidos para o inglês.

A autoria não deve ser indicada (veja item 4 das Regras gerais).

Os artigos devem apresentar resumo informativo (de acordo com a norma da ABNT 6028: 2021), devendo conter as “finalidades, metodologia, resultados e conclusões do documento, de tal forma que possa, inclusive, [ao se fazer levantamento de literatura] dispensar a consulta ao original”. Escrito como sequência de “frases concisas em parágrafo único, sem enumeração de tópicos”. Deve conter entre 100 e 250 palavras.

Abaixo do resumo devem aparecer quatro palavras-chave separadas entre si por ponto e vírgula e finalizadas por ponto.

O resumo  e as palavras-chave devem ser traduzidos para o inglês, para formar o Abstract e Keywords.

Ao final do corpo do texto, devem aparecer as referências, em conformidade com o item 3 das regras gerais.

Caso existam agradecimentos e financiamento, devem ser indicados após as Referências.

Mais informações sobre artigos científicos podem ser encontradas na norma da ABNT  6022: 2018.

DOSSIÊS

A seção de dossiês temáticos se destina à publicação de um conjunto de textos referentes a uma determinada temática das áreas das ciências sociais ou afins. Pode se originar a partir de convite dos editores feito a especialistas de determinadas áreas, ou por meio de edital, ou ainda ser apresentado voluntariamente por proponentes (fluxo contínuo). A política de avaliação dos dossiês segue os critérios adotados pelas outras seções, dependendo do tipo de texto.

Inicialmente, os proponentes (convidados, selecionados por edital ou voluntários) devem enviar a proposta para os editores por e-mail (revistacaos99@gmail.com). A proposta será avaliada pela equipe editorial, e, se aprovada, passará a constar na lista de dossiês para publicação seguido a ordem cronológica da submissão.

O dossiê deverá conter entre 5 (cinco)  e  10 (dez) artigos (incluindo o texto de apresentação escrito pelos organizadores). Podendo ainda acrescentar um componente de cada seção da revista:  um ensaio visual, uma entrevista, um texto para a seção ofício de cientista social, uma resenha, um texto para seção especial e uma tradução).

A proposta para dossiê deve conter:

  1. Título do dossiê;
  2. Proponente(s);
  3. Apresentação breve (apresentar o assunto, justificar a proposta...);
  4. Lista de manuscritos que compõem o dossiê (indicar apenas o título, autoria e o resumo);
  5. Resumo da biografia acadêmica dos proponentes e autores, indicando ID Lattes e Orcid.

ENSAIO VISUAL

Os manuscritos submetidos a esta seção serão avaliados pelos editores e membros da comissão editorial. O ensaio visual compreende textos nos quais as imagens são o centro da expressão, sintonizando a poética e a subjetividade do autor, com o objetivo de despertar a reflexão, a criatividade e sensibilidade dos leitores. É um gênero híbrido, combinando ensaio, arte e conhecimento científico, sem, contudo, apresentar o rigor de um artigo científico.

Deve-se apresentar título, escrito em caixa alta, no alto da primeira página. Caso haja subtítulo, deve ser escrito em caixa baixa, separado do título por dois pontos. Destacados em negrito e alinhados à direita.

Logo abaixo, seguem título e subtítulo traduzidos para o inglês.

A autoria não deve ser indicada (veja item 4 das Regras gerais).

Deve conter resumo indicativo (de acordo com a norma da ABNT 6028: 2021), descrevendo “os pontos principais do documento sem apresentar detalhamentos [...]. Escrito como sequência de “frases concisas em parágrafo único, sem enumeração de tópicos”. Deve conter entre 100 e 250 palavras.

Abaixo do resumo devem aparecer quatro palavras-chave separadas entre si por ponto e vírgula e finalizadas por ponto.

O resumo  e as palavras-chave devem ser traduzidos para o inglês, para formar o Abstract e Keywords.

Em seguida, deve constar uma introdução comentando o ensaio, que deve conter até 10 imagens, em um dos formatos: JPEG, JPG ou PNG, cuja resolução mínima seja de 300 dpi, acompanhadas da indicação de autoria e ano. Além das imagens, o ensaio visual poderá conter até 2 mil palavras.

A utilização das imagens deve seguir as normas éticas que regem a pesquisa com seres humanos, e os autores devem apresentar autorização assinada por quem de direito, para uso das imagens, tanto dos retratados quanto dos autores das fotografias, desenhos, figuras etc.

As imagens devem ser inseridas no corpo do texto, cabendo aos autores a decisão de comentá-las ou não.

Ao final do texto, caso tenham sido citadas fontes no corpo do texto, elas devem ser listadas, ou seja, deve-se incluir o item “Referências” em conformidade com item 3 das regras gerais.

Caso existam agradecimentos e financiamento, devem ser indicados após as Referências.

ENTREVISTA

Os manuscritos submetidos para esta seção serão avaliados pelos editores e membros da comissão editorial. Compreende depoimentos de personalidades cuja contribuição para as ciências sociais e áreas afins seja relevante.

A entrevista deve conter entre 5 e 10 mil palavras, o texto deve ser apresentado em formato ping-pong (perguntas e respostas).

Deve-se apresentar título, escrito em caixa alta, no alto da primeira página. Caso haja subtítulo, deve ser escrito em caixa baixa, separado do título por dois pontos. Destacados em negrito e alinhados à direita.

Logo abaixo, seguem título e subtítulo traduzidos para o inglês.

Na sequência, deve constar um resumo da biografia do(a) entrevistado(a) contendo até 500 palavras, escrito em fonte 10, recuado 4 cm da margem esquerda.

No texto, deve ser evitado o uso de notas de rodapé, reservando-as apenas para situações extremamente necessárias.

Ao final do texto, havendo citações de fontes no corpo do texto, deve-se apresentar a lista de referências, em conformidade como  item 3 das regras gerais.

OFÍCIO DE CIENTISTA SOCIAL

Os manuscritos submetidos a esta seção, dependendo do gênero textual, poderão ser avaliados por pares ou apenas pela equipe editorial. Destina-se a textos, como relatos de experiência, transcrição de palestras, biografias comentadas e material de campo comentado.

Devem conter entre 2 a 5 mil palavras.

Deve-se apresentar título, escrito em caixa alta, no alto da primeira página. Caso haja subtítulo, deve ser escrito em caixa baixa, separado do título por dois pontos. Destacados em negrito e alinhados à direita.

Logo abaixo, seguem título e subtítulo traduzidos para o inglês.

A autoria não deve ser indicada (veja item 4 das Regras gerais).

Deve-se apresentar resumo informativo (de acordo com a norma da ABNT 6028: 2021), contendo as “finalidades, metodologia, resultados e conclusões do documento, de tal forma que possa, inclusive, [ao se fazer levantamento de literatura] dispensar a consulta ao original”. Escrito como sequência de “frases concisas em parágrafo único, sem enumeração de tópicos”. Deve conter entre 100 e 250 palavras.

Abaixo do resumo devem aparecer quatro palavras-chave separadas entre si por ponto e vírgula e finalizadas por ponto.

O resumo e as palavras-chave devem ser traduzidos para o inglês, para formar o Abstract e Keywords.

Ao final do texto, havendo citações de fontes no corpo do texto, deve-se apresentar a lista de referências, em conformidade com o item 3 das regras gerais.

Caso existam agradecimentos e financiamento, devem ser indicados após as Referências.

PRÊMIO FLORESTAN FERNANDES DE MONOGRAFIA

Esta seção se destina a publicar artigos oriundos das monografias premiadas no Concurso de Monografias Florestan Fernandes. Esse concurso é realizado anualmente pela Coordenação do Curso de Ciências Sociais da UFPB com o objetivo de selecionar as melhores monografias produzidas anualmente pelos(as) alunos(as) do Curso de Ciências Sociais.

As monografias são avaliadas por uma comissão de três professores pertencentes ao quadro de docentes do Curso de Ciências Sociais. Os vencedores devem, a partir da monografia, produzir um artigo para ser submetido à Caos. Uma vez submetido, ele passará pelos mesmo processos de avaliação aos quais se submetem os outros artigos. Porém caberá aos professores que compuseram a banca do concurso fazer a avaliação dos manuscritos, neste caso, a avaliação por pares será do tipo cega, pois o avaliador conhecerá a identidade do autor, mas o autor não conhecerá a identidade do avaliador.

Por se tratar de artigos, a eles se aplicam as mesmas regras aplicadas aos artigos de dossiê e artigos livres (ver as normas para Artigos acima).

RESENHA

Os manuscritos submetidos a esta seção serão avaliados por pares. Destina-se à publicação de resenhas críticas de livros, teses, dissertações ou monografias editados ou apresentados no Brasil ou exterior. Conforme a norma da ABNT 6028: 2021, as resenhas ou recensões “devem fornecer ao leitor uma ideia do documento ou objeto, analisando e descrevendo seus aspectos relevantes.”

A resenha deve conter entre 2 e 5 mil palavras.

Deve-se apresentar título, escrito em caixa alta, no alto da primeira página. Caso haja subtítulo, deve ser escrito em caixa baixa, separado do título por dois pontos. Destacados em negrito e alinhados à direita. De preferência, o título não deve coincidir com o título da obra resenhada.

Logo abaixo, seguem título e subtítulo traduzidos para o inglês.

A autoria da resenha não deve ser indicada (veja item 4 das regras gerais).

Antes do corpo do texto, deve-se apresentar a referência completa da obra analisada, de acordo com a norma da ABNT 6023: 2020, especificando: autor(es), título e subtítulo (o título deve ser destacado em negrito), local (cidade), editora, ano de publicação e número de páginas.

Exemplo:

GIOBELLINA BRUMANA, F. El lado oscuro: la polaridad “sagrado/profano” y sus avatares. Buenos Aires: Katz Editores, 2014. 210 p.

Ao final do texto, havendo citações de fontes no corpo do texto, deve-se apresentar a lista de referências, em conformidade com item 3 das regras gerais.

SEÇÃO ESPECIAL

Esta seção se destina a textos que prestam homenagem a personalidades importantes das ciências sociais e áreas afins (vivas ou falecidas). Dependendo do tipo do gênero textual: artigo, ensaio visual, entrevista, resenha, tradução, necrológio, poesias ou biografia comentada etc., o manuscrito poderá ser avaliado por pares ou apenas pela equipe editorial. Segue-se a mesma lógica dos dossiês: em torno de um tema, neste caso, a pessoa homenageada, organiza-se um conjunto de textos. Pode advir de convite dos editores, seleção por meio de editais ou apresentado voluntariamente por proponentes (fluxo contínuo). Exemplos desta seção podem ser encontrados nos números 28 (homenagem ao professor Mauro Koury) e  24 (homenagem a Fernando Giobellina Brumana).

Os manuscritos para esta seção devem se guiar pelas regras gerais e específicas apresentadas neste documento.

TRADUÇÃO

Esta seção se destina à tradução de textos de autores clássicos e contemporâneos das ciências sociais e áreas afins. Os manuscritos, a ela submetidos, serão avaliados por pares.

Os tradutores deverão, caso o texto traduzido não seja de domínio público ou exiba uma licença aberta, submeter, juntamente com o manuscrito, autorização para a publicação da tradução na Revista Caos, além do texto original da tradução.

 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.