YouTuber Mirim e Eu Digital:

trajetórias e interações mercadológicas e comunicacionais

  • Manuela do Corral Vieira Universidade Federal do Pará (UFPA)
  • Danuta de Cássia Leite Leão Universidade da Amazônia (Unama)/Faculdade de Estudos Avançados do Pará (FEAPA)
Palavras-chave: Infância, Youtuber Mirim, Comunicação, Interação, Digital

Resumo

O presente artigo busca refletir e analisar as interações comunicativas das crianças com a plataforma digital YouTube, considerando as estratégias mercadológicos e comunicacionais desse eu no digital. Neste sentido, enfoca-se esta geração conectada, os chamados “nativos digitais” (PRENSKY, 2001), tendo como perspectiva analítica as crianças enquanto sujeitos sociais e suas relações com a mídia YouTube, considerando suas intencionalidades e apropriações, a fim de compreender a importância do lugar que a infância ocupa na contemporaneidade digital. Neste sentido, o estudo aponta para a necessidade de compreender os impactos destas relações sociais e tecnológicas, como a exposição do sujeito, a influência e as narrativas advindas com as práticas de consumo, bem como as transformações que a própria noção sobre o que é ser criança e no que consiste a infância trazem quando se analisam essas produções de conteúdo e seus agenciamentos sociais.

Biografia do Autor

Manuela do Corral Vieira, Universidade Federal do Pará (UFPA)

Doutora em Antropologia. Líder do Grupo de Pesquisa Comunicação, Consumo e Identidade – Consia (CNPq/UFPA), integrante do Grupo de Pesquisa em Propaganda e Publicidade – GRUPPU (UFPA/CNPq).

Danuta de Cássia Leite Leão, Universidade da Amazônia (Unama)/Faculdade de Estudos Avançados do Pará (FEAPA)

Doutoranda no Programa PPGCLC na Unama. Integrante dos grupos de Pesquisa Comunicação, Consumo e Identidade (UFPA-CNPq)  e Grupo de Pesquisa em Propaganda e Publicidade – GRUPPU (UFPA/CNPq).

Publicado
2020-12-18
Como Citar
VIEIRA, M. DO C.; LEÃO, D. DE C. L. YouTuber Mirim e Eu Digital:. Culturas Midiáticas, v. 13, n. 2, p. 207-222, 18 dez. 2020.
Seção
Comunicação e Cultura Digital