FREUD E O FEMININO COMO CONDIÇÃO DE AMBIVALÊNCIA

  • Diego Luiz Warmling Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da UFSC (PPGFil UFSC)
Palavras-chave: Freud, Diferença Sexual, Ambiguidade Pulsional, Sexualidade Não-Fálica, Feminino

Resumo

De Freud, buscaremos o percurso que o fez conceber um “mais-além” das noções fálicas que serviram para compreender a sexualidade. Balizados pela proposta de uma sexualidade “mais-além”, circunscreveremos seu entendimento sobre a condição feminina. Entre a primeira e segunda tópica, destacaremos sua ampliação em relação ao entendimento da sexualidade e, por extensão, do feminino. Inicialmente, acentuaremos como, entre 1905 e 1914, Freud passa por alto o feminino quando unifica as pulsões sob a primazia de representantes fálicos, a saber: objetos ideativos ou ego. Disto, veremos como ele amplia a noção de Anlehnung ao ponto de, a partir dos problemas suscitados entre 1920 e 1933, enxergar no feminino um horizonte que, tácito ao investimentos fálicos, presentifica o enigma psicanalítico e indica um “mais-além” de gozo que, de uma libido normativamente ativa, não se deixa apreender por cristalizações do saber. Veremos como o feminino faz falar de uma verdade que, não-toda, conduz à repetição, à morte; à sexualidade não-fálica. Esta análise reconhecerá e contrastará tais formulações no intuito de nuançar o aspecto emancipador deste horizonte de perplexidade que, feminino, nos põe em contato com o vazio; com a indeterminabilidade passiva de nossos atos.

Biografia do Autor

Diego Luiz Warmling, Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da UFSC (PPGFil UFSC)

Formado em Filosofia. Mestre em Ontologia pelo Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Universidade Federal de Santa Catarina (PPGFil UFSC). E-mail: diegowarmling@hotmail.com

Referências

ASSOUN, P-L. Freud e a Mulher. Rio de Janeiro: J. Zahar, 1993.

____. Introducón a la Metapsicologia Freudiana. Argentina [Buenos Aires]: Editorial Paidós, 1994.

____. La Metapsicologia. Mexico [Coyoacán]: Siglo Ventuino Editores, 2002.

____. Lecciones Psicoanalíticas Sobre Masculino y Feminino. Argentina [Buenos Aires]: Nueva Visión, 2006.

BIRMANN, J. Cartografias do Feminino. São Paulo: Ed. 34, 1999.

ENRIQUEZ, E. Da Horda ao Estado: Psicanálise do Vínculo Social. Rio de Janeiro: J. Zahar, 1990.

FREUD, S. (1893-1895). Estudos Sobre a Histeria. In: FREUD, S. Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud. Rio de Janeiro: Imago, 1969, vol. II.

____. (1900). A interpretação dos sonhos (I). Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud. Rio de Janeiro: Imago, 1969, vol. IV.

____. (1900). A interpretação dos sonhos (II). Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud. Rio de Janeiro: Imago, 1969, vol. V.

____. (1905). Três ensaios sobre a teoria da sexualidade. In: FREUD, S. Três Ensaios Sobre a Teoria da Sexualidade, Análise Fragmentária de uma Histeria (“O Caso Dora”) e Outros Textos. São Paulo: Companhia das Letras, 2016, vol. VI.

____. (1914). Introdução ao Narcisismo. In: FREUD, S. Introdução ao Narcisismo, Ensaios de Metapsicologia e Outros Textos. São Paulo: Companhia das Letras, 2010a, vol. XII.

____. (1920). Além do Princípio do Prazer. In: FREUD, S. História de uma Neuróse Infantil (“O Homem dos Lobos”), Além do Princípio do Prazer e Outros Textos. São Paulo: Companhia das Letras, 2010b, vol. XIV.

____. (1930). O Mal-Estar da Civilização. In: FREUD, S. O Mal-Estar da Civilização, Novas Conferências Introdutórias à Psicanálise e Outros Textos. São Paulo: Companhia das Letras, 2010c, vol. XVIII.

____. (1931). Sobre a Sexualidade Feminina. In: FREUD, S. O Mal-Estar da Civilização, Novas Conferências Introdutórias à Psicanálise e Outros Textos. São Paulo: Companhia das Letras, 2010d, vol. XVIII.

____. (1933). Feminilidade. In: FREUD, S. O Mal-Estar da Civilização, Novas Conferências Introdutórias à Psicanálise e Outros Textos. São Paulo: Companhia das Letras, 2010e, vol. XVIII.

GARCIA-ROZA, L. A. Freud e o inconsciente. Rio de Janeiro: J. Zahar, 2014a.

____. Acaso e repetição em psicanálise: uma introdução a teoria das pulsões. Rio de Janeiro: J. Zahar, 1986

____. Introdução à metapsicologia freudiana. Rio de Janeiro: J. Zahar, 2008a. v. I.

____. Introdução à metapsicologia freudiana. Rio de Janeiro: J. Zahar, 2008b. v. II.

____. Introdução à metapsicologia freudiana. Rio de Janeiro: J. Zahar, 2014b. v. III.

LACAN, J. Escritos. Rio de Janeiro: J. Zahar, 1998

____. O Eu na Teoria de Freud e na Técnica da Psicanálise. Rio de Janeiro: J. Zahar, 1985

____. Os Quatro Conceitos Fundamentais da Psicanálise. Rio de Janeiro: J. Zahar, 1988.

LAPLANCHE, J. Vida e Morte em Psicanálise. Porto Alegre: Editora Artes Médicas, 1985.

LAPLANCHE, J.; PONTALIS, J. B. Vocabulário da psicanálise. São Paulo: Martins Fontes, 1986.

NÁSIO, J-D. Édipo: a complexo do qual nenhuma criança escapa. Rio de Janeiro: J. Zahar, 2007

____. Enseñanza de 7 Conceptos Cruciales del Psicoanalisis. Espanha [Barcelona]: Gedisa Editorial, 1996.

POLI, M. C. Masculino/Feminino: A Diferença Sexual em Psicanálise. Rio de Janeiro: J. Zahar, 2007.

ROUDINESCO, E. A Família em Desordem. Rio de Janeiro: J. Zahar, 2003

ROUDINESCO, E.; PLON, M. Dicionário de psicanálise. Rio de Janeiro: J. Zahar, 1998

Publicado
2019-12-24
Seção
Artigos