A FUNÇÃO HERMENÊUTICA DA "DISTANCIAÇÃO" EM PAUL RICOEUR

  • Bárbara Tortato
Palavras-chave: hermenêutica, discurso, distanciação, significação

Resumo

O subsequente artigo apresenta um recorte sobre a questão da condição de possibilidade da comunicação em Paul Ricoeur, a saber, que ela acontece na peladistância. Para tanto, dedicar-se-á um momento para entender este caráter do discurso enquanto uma realização - passando pela questão do acontecimentodo discurso e do seu significado. E fará uma pausa a respeito da importância da composição de um discurso enquanto significante - o que resulta na questão de que o discurso se objetiva em uma obra – vira um “objeto” justamente num momento paradoxalparticipativoem que o leitor sofre uma injunção para significá-lo, diante do que ele mesmo é capaz de projetar de significado conforme é estimulado pelo autor.

Biografia do Autor

Bárbara Tortato
Mestre em Filosofia pela Universidade de Coimbra

Referências

RICOEUR, Paul. Do texto à acção. Porto: Res.

______. Temps et Récit I: L’intrigue et le récit historique. Paris: Seuil, 1983.

______. Tempo e narrativa: Tomo III. Trad. Roberto Leal Ferreira. Campinas: Papirus, 1997.

______. Écrits et conférences 2: Herméneutique. Paris: Éditions du Seuil, 2010.

______. O discurso da ação. Lisboa: Ed. 70, 2013.

Publicado
2019-12-24
Seção
Artigos