FILOSOFIA É A BASE:

PELA INSERÇÃO DA FILOSOFIA NA ESCOLA COMO APRENDIZAGEM ESSENCIAL

  • Nathalia Glaucia Alves Cunha Universidade Estadual do Piauí
  • Hélio Alves Nascimento Universidade Estadual do Piauí
Palavras-chave: Ensino de Filosofia, Educação básica, Autonomia do Pensamento

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo discutir e abordar a importância da disciplina de Filosofia no ensino básico do Brasil, denunciando a falta de rigidez que configure sua prática efetiva nas instituições de ensino, face aos ataques no contexto da política brasileira, correlacionando com a atual gestão do novo presidente Jair Messias Bolsonaro através das investidas em suprimir silenciosamente a área da educação. Haja vista que é interessante analisar como o poderio ideológico dá munição para a precarização do ensino. No mais, abordaremos também diretamente e com urgência a problematização da nova reforma da Base Curricular Comum que tira da base comum para o ensino no país a Filosofia no processo de formação educacional, bem como testemunhar a favor da importância que o saber filosófico tem para a formação humana de sujeitos ativos, capazes de exercitar o pensamento livre e crítico argumentativo, fundamentando a tomada de consciência para a educação no Brasil de uma sociedade que padece do empobrecimento da razão, frente a desmoralização das instituições de ensino básico e superior.

Biografia do Autor

Nathalia Glaucia Alves Cunha, Universidade Estadual do Piauí

Licencianda em Filosofia pela Universidade Estadual do Piauí

Hélio Alves Nascimento, Universidade Estadual do Piauí

Licenciando em Filosofia pela Universidade Estadual do Piauí

Referências

ADORNO, Theodor. A Educação Contra a Barbárie. 1968

ARENDT. H. A crise na educação. In: ______. Entre o passado e o futuro. São Paulo: Perspectiva, 2011.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, DF. Disponível em: . Acesso em: 20 nov. 2019.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil (1988). Brasília, DF: Senado Federal, 1988. Disponível em: . Acesso em: 22 set. 2019.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação; Conselho Pleno. Parecer nº 11, de 30 de junho de 2009. Proposta de experiência curricular inovadora do Ensino Médio. Diário Oficial da União, Brasília, 25 de agosto de 2009, Seção 1, p.11. Disponível em: . Acesso em: 22 nov. 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular (Terceira Versão). Ministério da Educação, Brasília, DF: MEC, 2017. Disponível em: . Acesso em: 19 nov. 2019.

CERLETTI, Alejandro. O Ensino de Filosofia Como Problema Filosófico. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

CARVALHO, M.; CORNELLI, G.; PRAUN, Luci. Filosofia e formação, volume 1. Cuiabá, MT : Central de Texto, 2013

COSTA, R. C. da; Subtil, M. J. D. A ditadura militar no brasil e a proibição do ensino de filosofia: entre o tecnicismo e a subversão política. Imagens da Educação, v. 6, n. 2, p. 29-41, 2016. Disponível em: < http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ImagensEduc/article/view/28805>, acesso em: 22 nov. 2019.

DUTRA, Jorge da Cunha. Resgate Histórico do Ensino de Filosofia nas Escolas Brasileiras: do Século XVI ao Século XXI. InterMeio: revista do Programa de Pós-Graduação em Educação, Campo Grande, MS, v.16, n.31, p.85-93, jan./jul, 2010.

FAVARETTO, Celso F. Sobre o ensino de Filosofia. Revista da Faculdade de Educação, São Paulo, v. 19, n. 1, p. 97-102, jan./jun., 1993. Disponível em: , acesso em: 22 nov. 2019.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: Saberes Necessário á prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

KANT, Immanuel. Resposta à pergunta: Que é esclarecimento? In: ____. Textos Seletos. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 1985. p 100-117.

MELO, Demian B. de (Org.). A miséria da historiografia: uma crítica ao revisionismo contemporâneo. Rio de Janeiro: Consequência, 2014.

PORFÍRIO, Francisco. "Paulo Freire"; Brasil Escola. Disponível em: . Acesso em: 20 nov. 2019.

SENA JÚNIOR, C. Obscurantismo e anticientificismo no Brasil bolsonarista: anotações sobre a investida protofascista contra a inteligência e a ciência no brasil. Cadernos Do GPOSSHE On-Line, v. 2 (Especial), p. 21-49. 2019. Disponível em: , acesso em: 22 nov. 2019.
Publicado
2019-12-24
Seção
Dossiê especial – EM DEFESA DA FILOSOFIA