Uma ética-poética do sagrado no hermenêutico trabalho sobre si por meio do jogo dramático com base em contos filosóficos

  • Marcos Ferreira-Santos USP
  • Theda Cabrera Gonçalves Pereira

Resumo

Trata-se de pesquisa de Doutoramento em Educação na USP com financiamento da CAPES (2011 a 2013) e FAPESP (2013). A reflexão é sobre uma dimensão ético-poética de vivência do sagrado (Ferreira-Santos, 2000, 2010b) por meio de um hermenêutico trabalho sobre si (Stanislavski, 2004; Grotowski, 1993, 1997, 2007; Brook, 1997) na formação de educadores, jovens universitários de Pedagogia no Laboratório experimental de arte-educação e cultura (Lab_Arte- FE-USP) por meio do jogo dramático (Chancerèl, 1936; Slade, 1978; Ryngaert, 1981, 2009; Lopes, 1989) com base em contos filosóficos (Carrière, 2004, 2008; Grillo, 1993; Machado, 2004; Napolitano, 2011) Assim, nos pautamos por dois eixos metodológicos transversais: 1) a proposição do jogo dramático com base na prévia leitura e estudo de contos filosóficos; e 2) diálogo entre a parte empírica da pesquisa e de seus registros com o referencial teórico pertinente à perspectiva hermenêutico-fenomenológica da mitohermenêutica (Ferreira-Santos & Almeida, 2012) e aos diretores-pedagogos (Cruciani, 1995) Stanislavski e Grotowski. A utilização do jogo dramático com base em contos filosóficos como recurso para a formação de educadores consolida um processo mitohermenêutico assaz significativo que os sensibiliza para uma dimensão de sagrado em sua vida cotidiana e em seu futuro ofício.
Publicado
2016-12-22