A Montanha oriental se move: Mestre Dogen e o perspectivismo Zen no Sermão das Montanhas e Águas

Autores

  • Leandro Durazzo

Resumo

Este artigo busca articular considerações antropológicas sobre o perspectivismo, baseando-se inicialmente na reflexão ameríndia de Eduardo Viveiros de Castro, mas expandindo seus referenciais para consolidar bases numa gama maior de campos etnográficos, nomeadamente a Ásia Interior e a China. O exercício que este texto propõe, assim, visa elaborar chaves de leitura perspectivistas com as quais abordar o Sermão das Montanhas e Águas (em japonês, Sansuikyo) de Mestre Dogen, fundador da escola budista Soto Zen. Partindo de um breve panorama sobre as possibilidades do perspectivismo em distintos contextos socioculturais, empreenderemos uma tentativa de exegese sobre o texto dogeniano, aproximando reflexões antropológicas e hermenêuticas sobre o pensamento budista deste autor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-12-23

Como Citar

DURAZZO, L. A Montanha oriental se move: Mestre Dogen e o perspectivismo Zen no Sermão das Montanhas e Águas. Religare: Revista do Programa de Pós-Graduação em Ciências das Religiões da UFPB, [S. l.], v. 13, n. 2, p. 480–505, 2016. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/religare/article/view/32050. Acesso em: 15 out. 2021.