Em Nome de Deus: a Política Externa do Irã Pós-Revolução e a Atuação do Líder Supremo no Fim da Guerra Irã-Iraque

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2318-9452.2020v7n13.42525

Resumo

O presente trabalho busca explorar brevemente o processo de tomada de decisão que levou ao cessar fogo na Guerra Irã-Iraque, como foco na atuação de um líder predominante, o aiatolá Sayyid Ruhollah Khomeini. Para tanto, discutimos o papel da religião em política externa, e o processo histórico que nos traz ao Irã contemporâneo e seu sistema de governo, o Wilayat-al-Faqih

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucas Barbosa, Universidade Federal da Paraíba

Graduando em Relações Internacionais pela Universidade Federal da Paraíba

Caio Ponce L. R. Freire, Universidade Federal da Paraíba

Graduado em Relações Internacionais pela Universidade Federal da Paraíba

Referências

APPLEBY, Scott. The Ambivalence of the Sacred. Rowman & Littlefield Publishers, Inc. Oxford, 2000

CHUBIN, Shahram. The last phase of the Iran‐Iraq war: From stalemate to ceasefire. Third World Quarterly, [s.l.], v. 11, n. 2, p.1-14, abr. 1989. Informa UK Limited. http://dx.doi.org/10.1080/01436598908420154.

COSTA, Renato. Da Revolução à Tecnologia Nuclear: Irã, um “Estranho no Ninho”?. Conjuntura Austral, v.1, p.2, 2010

FERREIRA, Marcos S.V.; HONORATO, Renan. A política externa do Irã e o Wilayat Al-Faqih sob a ótica dos líderes da Revolução Islâmica. In: Anna Carletti; Marcos Alan S. V. Ferreira. (Org.). Religião e Relações Internacionais - Dos Debates Teóricos ao Papel do Cristianismo e do Islã. 1ed.Curitiba: Juruá, 2016, v. 1, p. 255-291.

FOX, Jonathan. Religion and State Failure: An Examination of the Extent and Magnitude of Religious Conflict from 1950 to 1996. International Political Science Review, Vol. 25, No. 1, Religion and Politics, Jan. 2004

HAYNES, Jeffrey. Routledge Handbook of Religion and Politics. Routledge, 2009

HUDSON, Valerie. Foreign Policy Analysis. Rowman & Littlefield, NY, 2013

KARSH, Efraim. The Iran-Iraq War: 1980-1988. Oxford: Osprey Publishing, 2002.

NAFISSI, Mohammed. Shiism and Politics. In: HAYNES, Jeffrey. Routledge Handbook of Religion and Politics.

PELLETIERE, Stephen C.The Iran-Iraq War: Chaos in a Vacuum. Nova Iorque: Praeger Publishers, 1992.

SEGAL, David. The Iran-Iraq War: A Military Analysis. Foreign Affairs, [s.l.], v. 66, n. 5, p.946-963, 1988. JSTOR. http://dx.doi.org/10.2307/20043572.

PURCELL, Susan. Decision-Making in an Authoritarian Regime: Theoretical Implications from a Mexican Case Study. World Politics, Vol. 26, No. 1 (Out. 1973), pp. 28-54. Disponível em: https://www.jstor.org/stable/2009916

TAKEYH, Ray. The Iran-Iraq War: A Reassessment. The Middle East Journal, [s.l.], v. 64, n. 3, p.365-383, 1 jul. 2010. The Middle East Journal. http://dx.doi.org/10.3751/64.3.12.

THOMAS, Scott. Taking Religious and Cultural Pluralism Seriously. Millenium: Journal of International Studies, 2000

Downloads

Publicado

2020-05-21

Edição

Seção

Artigos