COMPORTAMENTO ANIMAL EM PASTEJO DE COASTCROSS EXCLUSIVO OU CONSORCIADO COM ARACHIS PINTOI COM OU SEM NITROGÊNIO

  • Alexandre Lenzi
  • Ulysses Cecato
  • Luiz Carlos Pinheiro Machado Filho
  • Orlando Rus Barbosa
  • Cláudio Fabricio Cruz Roma
  • Leandro Martins Barbero
  • Veridiana Aparecida Limão

Resumo

O trabalho teve como objetivo avaliar o comportamento de pastejo (pastejo - PAST, ruminando - RUM, em pé - EP, deitado - DET e em ócio – OCIO), de novilhas de corte em pastagem de Coastcross consorciada com Arachis pintoi nas diferentes estações do ano, novembro de 2004 e fevereiro de 2005. Foram avaliados os tratamentos (parcelas): CA0 (Coastcross + Arachis sem N); CA100 (Coastcross + Arachis com 100 kg de N); C200 (Coastcross com 200 kg de N) e CA200 (Coastcross + Arachis com 200 kg de N) e as estações (subparcelas) do ano. Utilizou-se um delineamento experimental em blocos casualizados em esquema de parcelas subdivididas, com quatro repetições. O manejo do pasto foi por meio de lotação contínua e carga animal variável, utilizando-se novilhas cruzadas (Red Angus x Nelore) com oito animais testers por tratamento. O comportamento dos animais em pastejo foi avaliado em dois períodos contínuos de 24 horas, na primavera e verão, por observação visual. Não houve diferença entre tratamentos para o comportamento em pastejo. Os resultados revelaram que animais em pastejo preferem se alimentar no período diurno e em grupo, principalmente nas horas de temperaturas mais amenas.
Publicado
2009-07-09
Seção
Artigo Científico