Fenologia reprodutiva de Periandra mediterranea (Vell.) Taub. (Fabaceae) na Reserva Biológica Guaribas, Paraíba, Brasil

Autores

  • Andressa Cavalcante Meireles Universidade Federal do Tocantins
  • Dácio Jerônimo Almeida Universidade Federal da Paraíba
  • Thalline Rodrigues Silva Universidade Federal do Tocantins
  • Zelma Glebya Maciel Quirino Universidade Federal da Paraíba

Palavras-chave:

Floração, Frutificação, Precipitação pluviométrica.

Resumo

A fenologia reprodutiva de Periandra mediterranea (Vell.) Taub. (Fabaceae) foi estudada no período de janeiro a dezembro de 2011 na Reserva Biológica Guaribas, Paraíba, Brasil. A metodologia consistiu na estimativa visual das fenofases diretamente no campo em intervalos de 30 dias, utilizando-se uma escala semi-quantitativa de 0 a 4 com intervalos de 25%. A floração ocorreu entre os meses de maio a novembro, com pico no mês de julho e a frutificação aconteceu entre os meses de agosto a dezembro com maior produção frutos no mês de outubro. O padrão de floração e frutificação é anual. A sincronia da floração é alta já que 65% dos indivíduos apresentaram a ocorrência da fenofase, contudo para frutificação foi considerada baixa com apenas 35% dos indivíduos nesta fenofase. Os valores do vetor médio indicaram maior concentração na fenologia da frutificação (r = 0,785; p < 0,0001) ao longo do ano em comparação com a floração (r = 0,592; p < 0,0001), enquanto que o teste de Rayleigh (Z) demonstrou uma maior uniformidade na ocorrência do evento de floração (Z = 49,021; p < 0,0001) em comparação a frutificação (Z = 36,364; p < 0,0001). A floração apresentou correlação positiva com a precipitação pluviométrica da área de estudo (S = 0,0437; p < 0,0005), enquanto que a frutificação apresentou correlação negativa (S = -0,877; p < 0,0005). Conclui-se que P. mediterranea apresenta padrões fenológicos que indicam adaptações ecofisiológicas às condições ambientais extremas, com floração no período chuvoso e frutificação na estação seca do ano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andressa Cavalcante Meireles, Universidade Federal do Tocantins

Bacharela em Ecologia pela Universidade Federal da Paraíba atuando principalmente em pesquisas sobre: Ecologia Vegetal, Biologia Reprodutiva, Fenologia Vegetal, Anatomia Vegetal, Biologia Floral, Biologia da Polinização, Melitofilia, Comportamento de Abelhas, Frutificação e Dispersão de Sementes. Atualmente é aluna bolsista do Programa de Pós-Graduação em Ecologia de Ecótonos pela Universidade Federal do Tocantins.

Dácio Jerônimo Almeida, Universidade Federal da Paraíba

Graduado em Engenharia Agronômica em 2010; Mestrado em Ciência do Solo, com linha de pesquisa em Solos e Nutrição de Plantas (2013) pela Universidade Federal da Paraíba. Tem atuação na área de Agronomia, com ênfase em fertilidade, práticas de manejo e conservação do solo. Atualmente pesquisa o efeito de fungos micorrízicos na produção de mudas frutíferas e faz parte do Grupo de Pesquisa sobre o papel da alelopatia em ecossistemas naturais e controle de plantas daninha.

Thalline Rodrigues Silva, Universidade Federal do Tocantins

Graduada em Engenharia Florestal pela Universidade de Brasília, com experiência em citogenética vegetal, propagação de espécies florestais, silvicultura e geoprocessamento.

Zelma Glebya Maciel Quirino, Universidade Federal da Paraíba

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Ceará (1995), mestrado em Biologia Vegetal pela Universidade Federal de Pernambuco (1998) e doutorado em Biologia Vegetal pela Universidade Federal de Pernambuco (2006). Atualmente é professor Adjunto IV da Universidade Federal da Paraíba. Campus IV- Litoral Norte. Tem experiência na área de Botânica, com ênfase em Biologia Floral, atuando principalmente nos seguintes temas: Fenologia, polinização, dispersão e anatomia vegetal na caatinga e mata atlântica.

Downloads

Publicado

2016-02-06

Como Citar

MEIRELES, A. C.; ALMEIDA, D. J.; SILVA, T. R.; QUIRINO, Z. G. M. Fenologia reprodutiva de Periandra mediterranea (Vell.) Taub. (Fabaceae) na Reserva Biológica Guaribas, Paraíba, Brasil. Gaia Scientia, [S. l.], v. 9, n. 1, 2016. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/gaia/article/view/23971. Acesso em: 5 dez. 2021.

Edição

Seção

Ciências Ambientais