“Menos Luiza que está no Canadá” e o fator humanológico da midiatização

Autores

  • Marcos NICOLAU

Resumo

A forma inesperada como os memes do tipo “Menos Luiza que está no Canadá” se espalham pela internet e acionam a mídia, repercutindo fora da Rede na vida das pessoas é instigante porque não constitui uma fórmula a ser repetida de forma voluntária. Que força move essa replicação espontânea que varre as redes sociais e se presentifica como uma prática midiática coletiva? Nossa atenção recai sobre um fator atuante nesse fenômeno típico do processo da midiatização da sociedade: o fator humanológico. Juntamente com dois outros fatores, tecnológico e mercadológico, determina como hoje se instauram as tecnomediações no contexto da cibercultura. Pela análise de como se operacionaliza o fator humanológico nos é possível compreender melhor as implicações da midiatização, tendo como objeto de análise “Luiza” e outros memes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-06-14

Como Citar

NICOLAU, M. “Menos Luiza que está no Canadá” e o fator humanológico da midiatização. Culturas Midiáticas, [S. l.], v. 5, n. 1, 2012. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/cm/article/view/12793. Acesso em: 24 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos