Influência da luz e da temperatura na germinação de sementes de sabiá (Mimosa caesalpiniifolia Benth. - Fabaceae)

Autores

  • Alexandre Emanuel Regis Holanda UFC
  • Sebastião Medeiros Filho
  • Ivan Jeferson Sampaio Diogo UEC

Palavras-chave:

Sementes. Caatinga. Qualidades de luz

Resumo

O presente trabalho avaliou o processo germinativo de sementes de Mimosa caesalpiniifolia Benth sob diferentes condições de luz e temperatura. As sementes foram submetidas a temperaturas constantes de 10, 15, 20, 25, 30, 35 e 40°C e, alternada de 10-40°C, sob quatro qualidades de luz (branca, vermelha, vermelho extremo e ausência de luz) e fotoperíodo de 12 horas. Foi utilizado o delineamento estatístico inteiramente casualizado em arranjo fatorial 8 x 4 (oito temperaturas e quatro qualidades de luz), com quatro repetições de 25 sementes. Os dados foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey. A partir dos testes de germinação, as sementes apresentaram as seguintes temperaturas cardeais: temperatura mínima (Tm) de 10 °C, temperatura ótima (To) de 25 °C e temperatura máxima (TM) de 40 °C. As sementes apresentaram germinação indiferente à luminosidade. E a espécie pode ser indicada para medidas de reflorestamento de áreas degradadas na vegetação da savana estépica brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-03-23

Como Citar

HOLANDA, A. E. R.; FILHO, S. M.; DIOGO, I. J. S. Influência da luz e da temperatura na germinação de sementes de sabiá (Mimosa caesalpiniifolia Benth. - Fabaceae). Gaia Scientia, [S. l.], v. 9, n. 1, 2015. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/gaia/article/view/18535. Acesso em: 24 jan. 2022.

Edição

Seção

Ciências Ambientais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)