Educação ambiental como instrumento de gestão no Distrito dos Mecânicos em Campina Grande, estado da Paraíba, Brasil

Autores

  • Cristian José Simões Costa
  • Rozeane Albuquerque Lima
  • Eduardo Beltrão de Lucena Córdula PRODEMA/UFPB
  • Glória Cristina Cornélio do Nascimento

Palavras-chave:

Impactos Ambientais, Ação Antrópica, Resíduos Sólidos, Sensibilização

Resumo

Os impactos ambientais causados pela ação antrópica estão se agravando ao longo do tempo, culminando nos graves problemas ambientais enfrentados pela sociedade contemporânea. Estes são frutos da exploração dos recursos naturais que afetam os serviços ambientais (ou ecossistêmicos) -benefícios extraídos dos ecossistemas, necessitando de um caminho sustentável para reduzir e mitigar o atual quadro de produção e acúmulo de resíduos que, pela falta de gestão adequadas nas cidades, acabam sendo depositados inadequadamente em áreas abertas causando desequilíbrios e impactos ambientais. Neste sentido, na cidade de Campina Grande, no estado da Paraíba, Brasil, no Distrito dos Mecânicos, a atividade das oficinas mecânicas causa graves impactos ao ambiente local e, consequentemente à comunidade do seu entorno. A Educação Ambiental (EA) se apresenta como instrumento para sensibilizar e provocar nas pessoas envolvidas na problemática transformações de valores, atitudes e saberes, com vistas a comportamentos ambientalmente responsáveis para a conservação dos recursos naturais e, consequentemente, aumento da qualidade de vida. Este trabalho tem o objetivo de propor um Plano de Gestão Ambiental (PGA) através da Educação Ambiental (EA) na área de estudo possibilitando o exercício da cidadania e a mitigação de conflitos socioambientais. A partir da identificação dos problemas in lócus - problemas ambientais e sociais (através de interação com as empresas e a comunidade do seu entorno) - através de pesquisa qualitativa, com utilização das metodologias de Observação Participante Periférica, de Entrevista Não Diretiva e Pesquisa Bibliográfica, foram obtidos os dados necessários que proporcionaram a construção do PGA a partir da EA como instrumento de ação frente ao quadro identificado para, desta forma, apontar alternativas frente aos problemas socioambientais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristian José Simões Costa

Mestrando em Desenvolvimento e Meio Ambiente PRODEMA/UFPB; Especialista em Geografia e Gestão Ambiental - FIP; Especialista em Educação Ambiental - Universidade Candido Mendes; Licenciado em Ciências Biológicas - UEPB 1995; CRBio No 77.804/05; Professor do ensino médio e cursinho das Escolas Diocesano e Alternativo de Caruaru-PE

Rozeane Albuquerque Lima

Mestre em História cultural - UFCG; Especialista em História do Nordeste - UEPB; Licenciada em História e Letras (Língua Inglesa) - UEPB; Bacharel em Direito - UEPB.

Eduardo Beltrão de Lucena Córdula, PRODEMA/UFPB

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente da UFPB; Especialista em Supervisão Escolar pelo IESP; Licenciado em Ciências Biológicas pela UFPB; Pesquisador do GEPEA/GEPEC do Centro de Educação da UFPB, Campus I; Diretor de Educação Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMA) de Cabedelo-PB; Presidente da Ong MAR Movimento de Arte e Apoio a Sobrevivência Cultural; Integrante da Ong Maré Produções Artísticas e Culturais. Educador Socioambiental, escritor e pesquisador atuando principalmente nos seguintes temas: educação ambiental (formal e informal), educação formal, meio ambiente

Glória Cristina Cornélio do Nascimento

Doutoranda e Mestre em desenvolvimento e Meio Ambiente PRODEMA/UFPB; Licenciada em Biologia UVA 2009; Técnica Ambiental IFPB - 2012; Tutora Presencial UFPB Pólo Lucena-PB, Ciências Naturais; Conselheira do Comitê Gestor - ORLA, Lucena-PB; Conselheira da APA Barra de Mamanguape-PB.

Downloads

Publicado

2015-03-23

Como Citar

SIMÕES COSTA, C. J.; ALBUQUERQUE LIMA, R.; BELTRÃO DE LUCENA CÓRDULA, E.; CORNÉLIO DO NASCIMENTO, G. C. Educação ambiental como instrumento de gestão no Distrito dos Mecânicos em Campina Grande, estado da Paraíba, Brasil. Gaia Scientia, [S. l.], v. 9, n. 1, 2015. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/gaia/article/view/19006. Acesso em: 17 jan. 2022.

Edição

Seção

Ciências Ambientais