Turismo, populações tradicionais e ambiente

Autores

  • Antônia Gabriela Pereira de Araújo
  • Lorena Leite Aragão
  • Lea Carvalho Rodrigues

Palavras-chave:

, Turismo, Políticas Públicas, Populações Tradicionais, Ambiente, Rota Das Emoções

Resumo

Abordamos as políticas públicas de desenvolvimento por meio do turismo na região extremo Oeste do litoral cearense. A pesquisa é sobre o roteiro turístico Rota das Emoções: Delta – Jeri – Lençóis, fruto da parceria entre Ceará, Piauí e Maranhão. O roteiro cria um extenso corredor turístico regional. Procuramos atentar para os efeitos das mudanças ocorridas na sua implementação, particularmente nas localidades de Bitupitá e Venâncio, no município de Barroquinha. O turismo em localidades de baixo desenvolvimento econômico é concebido pelo Ministério do Turismo como fomentador do desenvolvimento econômico e social, já que age como propulsor de outras atividades presentes no ramo turístico. Logo, a presente proposta volta-se para os impactos gerados nas populações de pescadores e agricultores das localidades referidas, considerando os saberes e fazeres tradicionais da pesca de curral e as alianças de parentesco. Como ferramenta de análise nos valemos das propostas e discussões na área da antropologia do turismo, com ênfase na tensão entre sociedade e ambiente, com um olhar crítico para a noção de desenvolvimento sustentável (Leff, 2007 e Coriolano, 2006). Metodologicamente, procuramos seguir as proposições de Ingold (2000) de abandono à dicotomia natureza/cultura, privilegiando as relações de integração entre organismo e ambiente (ecologia da vida).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-12-29

Como Citar

ARAÚJO, A. G. P. de; ARAGÃO, L. L.; RODRIGUES, L. C. Turismo, populações tradicionais e ambiente. Gaia Scientia, [S. l.], v. 8, n. 2, 2014. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/gaia/article/view/22427. Acesso em: 16 jan. 2022.

Edição

Seção

Ciências Ambientais