Levantamento da diversidade e uso das plantas medicinais utilizadas por moradores do município de Puxinanã, PB, Brasil

Autores

  • José Adeildo de Lima Filho
  • Maria das Graças Veloso Marinho

Palavras-chave:

Etnobotânica, Índice de Concordância, Frequência Relativa.

Resumo

O presente trabalho realizou um levantamento acerca das plantas medicinais utilizadas por moradores do município de Puxinanã, situada na Mesorregião do Agreste da Borborema, na Microrregião de Campina Grande, PB, Brasil, através de questionários semiestruturados. Foram coletados e discutidos dados relativos a 42 entrevistas, em que se notou a maioria dos informantes do sexo feminino, casados, com filhos, com baixa escolaridade e com a profissão de agricultor. As famílias botânicas mais abundantes citadas na pesquisa com os informantes foram Fabaceae e Asteraceae (7 espécies cada uma). As espécies com maior número de citações foram Plectranthus amboinicus (Lour.) Spreng. (27), Chenopodium ambrosioides L. (26), Lippia alba (Mill.) N.E. Br. e Bauhinia cheilantha (Bong.) Steud (25 cada uma). Calculou-se o índice de concordância com o uso principal corrigido (CUPc) e a Frequência Relativa (FRi) das plantas mencionadas pelos informantes. A planta com maior CUPc e com maior Fri foi a Plectranthus amboinicus (Lour.) Spreng. que obteve CUPc= 85,19% e Fri= 64,29%.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-12-29

Como Citar

FILHO, J. A. de L.; MARINHO, M. das G. V. Levantamento da diversidade e uso das plantas medicinais utilizadas por moradores do município de Puxinanã, PB, Brasil. Gaia Scientia, [S. l.], v. 8, n. 2, 2014. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/gaia/article/view/22432. Acesso em: 16 jan. 2022.

Edição

Seção

Ciências Ambientais