Métodos de pagamento por serviços ecossistêmicos: aplicações em área de nascentes na bacia do rio Gramame, PB

Autores

  • Maria Camerina Maroja Limeira
  • Nadja Valéria Pinheiro
  • Tarciso Cabral da Silva
  • Hamilcar José Almeida Filgueira
  • Jamilton Medeiros Barbosa

Palavras-chave:

pagamento por serviços ecossistêmicos, restauração de nascentes, proteção dos recursos hídricos

Resumo

Devido à diversidade de métodos para estabelecer um valor de Pagamento de Serviços Ecossistêmicos, esse trabalho tem como objetivo apresentar um estudo comparativo de três experiências brasileiras e uma proposta para implantação desse pagamento aplicado à restauração de um trecho do rio Gramame a partir da nascente principal. Foi utilizada a metodologia de análise comparativa baseada nos parâmetros adotados nas experiências selecionadas, associada ao método do Diagnóstico Rural Participativo. Um dos resultados alcançados sugere que experiências financiadas pelo setor público se propõem a seguir duas premissas, uma a de induzir a criação de um mercado de serviços ecossistêmicos e a outra, a de promover a proteção da água em função do desenvolvimento econômico. Recomenda-se o aprofundamento de estudos que enfatizem o setor do agronegócio como possível produtor de serviços ecossistêmicos em relação aos seus próprios interesses de sustentabilidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-12-31

Como Citar

LIMEIRA, M. C. M.; PINHEIRO, N. V.; SILVA, T. C. da; FILGUEIRA, H. J. A.; BARBOSA, J. M. Métodos de pagamento por serviços ecossistêmicos: aplicações em área de nascentes na bacia do rio Gramame, PB. Gaia Scientia, [S. l.], v. 9, n. 1, 2015. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/gaia/article/view/24076. Acesso em: 17 jan. 2022.

Edição

Seção

Ciências Ambientais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)