Flora, vegetação e etnobotânica: conservação de recursos vegetais no pantanal

Autores

  • Germano Guarim Neto
  • Vera Lucia M. S. Guarim
  • Miramy Macedo
  • Nádia P. Nascimento

Resumo

Apresenta-se os resultados dos estudos da flora, vegetação e etnobotânica no pantanal de Mato Grosso. Em campo seguiu-se um protocolo etnobotânico, desde a formação da equipe, a seleção da temática, dos informantes, das áreas de estudo, até a forma de abordagem dos informantes, em diferentes áreas do pantanal (Poconé, Santo Antônio de Leverger, Barão de Melgaço e Cáceres). Os dados permitem definir as unidades de paisagem e as plantas que se destacam na relação ser humano-planta, especialmente as plantas que têm uma utilização no contexto de um conhecimento botânico tradicional. Entre os usos situam-se as plantas apícolas (Buchenavia tomentosa Eichler), de frutos comestíveis (Hymenaea stigonocarpa Mart. ex Hayne), forrageiras (Galactia glaucescens Kunth), madeireiras (Anadenanthea peregrina (L.) Speg.), medicinais (Tabebuia heptaphylla (Vell.) Toledo), ornamentais (Attalea phalerata Mart. ex Spreng.), invasoras (Combretum lanceolatum Pohl ex Eichler), tóxicas (Enterolobium contortisiliquum (Vell.) Morong) e místico-religiosas (Simarouba versicolor A. St.-Hil.).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-10-20

Como Citar

GUARIM NETO, G.; GUARIM, V. L. M. S.; MACEDO, M.; NASCIMENTO , N. P. Flora, vegetação e etnobotânica: conservação de recursos vegetais no pantanal. Gaia Scientia, [S. l.], v. 2, n. 2, 2008. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/gaia/article/view/2546. Acesso em: 18 jan. 2022.

Edição

Seção

New Section Title Here