Comensalidade e Gestão de Recursos Naturais na Festa da Oursinade - Costa Azul Francesa

Autores

  • Juana de Oliveira Santos UFPB/CCA/DFCA. Areia, Paraíba, Brasil

Palavras-chave:

Festividade Gastronômica Tradicional, Sociabilidade e Gestão de Recursos Naturais

Resumo

Este artigo é fruto do questionamento crítico sobre os caminhos escolhidos pela sociedade contemporânea entre a sustentabilidade e o desenvolvimento, feito por uma pesquisa3 focada nas inter-relações entre a Festa da Ouriçada de Carry-le-Rouet (Bouches-du-Rhône, França) e a gestão dos recursos naturais. Se, originalmente, a Ouriçada vem da cultura popular de uma comunidade local de pescadores, atualmente ela pode ser considerada como uma festividade gastronômica tradicional do sul da França, que movimenta a economia regional. Assim, analisa-se as formas de sociação, as dinâmicas, a complexidade e, sobretudo, a singularidade da manifestação em estudo, através de uma metodologia qualitativa, visando a melhor compreensão de seus elementos culturais, históricos, sociais e ambientais. Para tanto, aplicou-se a observação participante e entrevistas semiestruturadas com ênfase na oralidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juana de Oliveira Santos, UFPB/CCA/DFCA. Areia, Paraíba, Brasil

http://lattes.cnpq.br/0588527774815010

Downloads

Publicado

2016-08-25

Como Citar

SANTOS, J. de O. Comensalidade e Gestão de Recursos Naturais na Festa da Oursinade - Costa Azul Francesa. Gaia Scientia, [S. l.], v. 10, n. 1, 2016. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/gaia/article/view/30362. Acesso em: 28 jan. 2022.