Uso de sensoriamento remoto no monitoramento de sólidos em suspensão do reservatório de uma usina hidrelétrica na transição Cerrado-Amazônia

Autores

  • Juliana Marestoni Simões Companhia Energética de Sinop https://orcid.org/0000-0002-1530-2787
  • Frederico Terra de Almeida Federal University of Mato Grosso - UFMT Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT - Campus de Sinop - CUS Instituto de Ciências Agrárias e Ambientais - http://orcid.org/0000-0003-1055-5766
  • Eduardo Morgan Uliana UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO
  • Laurimar Gonçalves Vendrusculo Embrapa Informática Agropecuária: Campinas, SP, BR https://orcid.org/0000-0002-3729-3455

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-1268.2021v15n3.57559

Resumo

O uso de sensoriamento remoto no monitoramento de sólidos em suspensão do reservatório de uma usina hidrelétrica (UHE) na transição Cerrado-Amazônia é importante para conhecimento espacial e temporal da deposição de sedimentos nas estruturas da barragem. Dessa forma, este estudo avalia o Índice da Diferença Normalizada de Água (NDWI) no monitoramento das concentrações de sedimentos em suspensão (Css) no reservatório da UHE Sinop. Utilizou-se dados de campo coletados trimestralmente para validação. Estes dados foram comparados ao índice NDWI em imagens de satélite Sentinel-2A e 2B processadas no software Arcgis 10.1. Para verificar o desempenho dos dados estimados foram realizados os testes em ambiente R: erro absoluto médio, raiz do erro quadrático médio, viés, Índice de concordância de Willmott e Índice de eficiência de Nash-Sutcliffe (ENS). O teste de significância estatística apresentou valor de R² 0,66 para estação Montante 01 e 0,70 para a estação Jusante Barramento, verificando a eficiência dos dados estimados pelo índice NDWI o modelo foi “satisfatório”, porém conclui-se que esta ferramenta de geoprocessamento não se apresenta, no momento, como substituta as coletas tradicionais, mas como apoio ao monitoramento contínuo e de alerta à possíveis alterações, permitindo melhores avaliações e possivelmente tomada de decisão mais condizente com a realidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Marestoni Simões, Companhia Energética de Sinop

Possui graduação em Engenharia Florestal pela Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT (2013), mestrado em Ciências Ambientais pela Universidade Federal do Mato Grosso - UFMT (2020), pós-graduação em Engenharia de Saúde e Segurança do Trabalho pela Faculdade Fasipe (2015) e também em Gestão, Auditoria e Pericia Ambiental pela Faculdade Fasipe (2014). Atualmente é Analista Ambiental na Companhia Energética Sinop. Tem experiência na área de supressão vegetal, produção de mudas, recuperação de áreas degradadas, licenciamento ambiental e recursos florestais, atuando principalmente nos seguintes temas: fitossociologia, formações florestais e empreendimentos hidrelétricos (reservatório e linha de transmissão).

Frederico Terra de Almeida, Federal University of Mato Grosso - UFMT Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT - Campus de Sinop - CUS Instituto de Ciências Agrárias e Ambientais -

Admitido em 27/03/2006, é hoje Professor Associado III da Universidade Federal de Mato Grosso - Campus de Sinop - Instituto de Ciências Agrárias e Ambientais - UFMT - CUS - ICAA, atuando na graduação na área de Engenharias - Recursos Hídricos e Hidrologia, e na pós-graduação na área de Recursos Hídricos e Hidrossedimentologia.

Eduardo Morgan Uliana, UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO

Professor Adjunto III na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), campus de Sinop - MT. Docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Recursos Hídricos (PPGRH) da UFMT - Campus de Cuiabá. Possui graduação em Engenharia Ambiental (2010), Mestrado em Produção Vegetal (2012) e doutorado em Engenharia Agrícola (2016). Tem experiência na área de Engenharia Ambiental atuando principalmente nos seguintes temas: hidrologia, hidráulica, modelagem hidrológica, qualidade do meio físico ambiental, engenharia de água e solo e geoprocessamento.

Laurimar Gonçalves Vendrusculo, Embrapa Informática Agropecuária: Campinas, SP, BR

Obteve seu Ph.D. na Iowa State University (2014) com double degree em Agriculture and Biosystem Engineering Department e no Environmental Science program, mestrado em Engenharia Agrícola pela Universidade Estadual de Campinas (2001) e possui graduação em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Minas Gerais (1988). Atualmente é pesquisador A da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Sistemas de Computação, atuando principalmente nos seguintes temas: Banco de Dados, Datamining, geoestatística, aplicações web, tecnologias de informação e variabilidade espacial.

Downloads

Publicado

2021-11-11

Como Citar

MARESTONI SIMÕES, J.; ALMEIDA, F. T. de; MORGAN ULIANA, E.; GONÇALVES VENDRUSCULO, L. Uso de sensoriamento remoto no monitoramento de sólidos em suspensão do reservatório de uma usina hidrelétrica na transição Cerrado-Amazônia. Gaia Scientia, [S. l.], v. 15, n. 3, 2021. DOI: 10.22478/ufpb.1981-1268.2021v15n3.57559. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/gaia/article/view/57559. Acesso em: 23 jan. 2022.

Edição

Seção

Ciências Ambientais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)