Uma análise do discurso da dimensão cultural da ISKO

  • Isadora Victorino Evangelista Universidade Estadual Paulista
  • Thiago Henrique Bragato Barros Universidade Federal do Pará
  • João Batista Ernesto de Moraes Universidade Estadual Paulista
Palavras-chave: Organização e Representação do Conhecimento (ORC), Aspectos socioculturais em ORC, International Society for Knowledge Organization, Análise do Discurso

Resumo

Considerando o crescimento das pesquisas sobre as questões culturais em Organização e Representação do Conhecimento (ORC) e a International Society for Knowledge Organization (ISKO) como a instituição mais representativa na divulgação de pesquisas em ORC, questiona-se em que medida os aspectos culturais da área apareceram e foram construídos nos eventos internacionais da referida sociedade. Para tanto, objetiva-se analisar os conceitos relacionados à essa temática por meio dos editoriais publicados nos anais dos eventos realizados. Como metodologia, utilizou-se a Análise do Discurso Foucaultiana estudada por Pêcheux e seu grupo, por se tratar de uma metodologia que possui como característica a ruptura de ideologias e que preza por evidenciar relações entre dominados e dominantes. Foi possível observar que os conceitos culturais foram mencionados apenas no 4º Congresso realizado pela sociedade, em que se refletiu uma preocupação com as questões multiculturais e multilinguísticas. Após esse primeiro momento, essas questões apareceram em subtemas, temas de congressos, mesas-redondas e no último congresso realizado, houve uma dimensão dedicada somente a essas questões. Os resultados permitiram inferir que a tônica sociocultural vem se apresentando e ganhando importante espaço nas últimas pesquisas sobre o campo, demonstrando que não apenas é necessária para o desenvolvimento ético dos processos de organização, mas que também é fundamental que pesquisas nesse sentido se façam cada vez mais presentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Isadora Victorino Evangelista, Universidade Estadual Paulista
Graduada em Biblioteconomia pela Universidade Estadual Paulista, obteve o título de Mestre em Ciência da Informação na mesma Universidade. Possui interesse de pesquisa em Ética em Organização e Representação do Conhecimento. Atualmente, trabalha como bibliotecária na Universidade Positivo.
Thiago Henrique Bragato Barros, Universidade Federal do Pará
Professor Adjunto na Faculdade de Arquivologia e no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal do Pará. Líder do grupo de pesquisa Organização e Representação em Arquivos e Bibliotecas. Pesquisador em grupos de pesquisa da UNESP e UNB. Atualmente é Diretor da Faculdade de Arquivologia (2016-2018). Presidente da Internacional Society for Knowledge Organization- Capítulo Brasileiro (2017-2019). Tem experiência na área de Arquivologia e Ciência da Informação, atuando principalmente nos seguintes temas: Abordagens linguísticas em Ciência da informação, Epistemologia , Representação e Organização da Informação. 
João Batista Ernesto de Moraes, Universidade Estadual Paulista
Livre-Docente em Linguística e Documentação. Professor Adjunto do Departamento de Ciência da Informação da Faculdade de Filosofia e Ciências - Unesp - Marília. Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Teoria e Análise Linguística, atuando principalmente nos seguintes temas: Organização da Informação; Análise Documental; Semântica Discursiva e Análise do Discurso. É parecerista "ad hoc" da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), da CAPES e do CNPq. Líder do Grupo de Pesquisa "Linguagem, discurso e organização do conhecimento" cadastrado junto ao CNPq.
Publicado
2018-08-28
Como Citar
Evangelista, I. V., Barros, T. H. B., & Moraes, J. B. E. de. (2018). Uma análise do discurso da dimensão cultural da ISKO. Informação & Sociedade: Estudos, 28(2). Recuperado de https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/article/view/38123
Seção
Artigos de Revisão