As lutas pelo passado e a construção de um futuro democrático na América Latina

Palavras-chave: memórias, ditadura militar, Argentina

Resumo

Resenha de: JELÍN, Elizabeth. La lucha por el pasado: cómo construimos la memoria social. Buenos Aires: Siglo Veintiuno, 2018.

Biografia do Autor

Ana Marília Menezes Carneiro, Universidade Federal de Minas Gerais
Doutoranda em História pela Universidade Federal de Minas Gerais. Doutorado sanduíche na Sorbonne (2014-2015) / Intercâmbio pela RedMacro na Universidad de Buenos Aires (UBA, 2016). Mestre em História pelo Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG (2013), na linha de pesquisa História e Culturas Políticas. É especialista em História e Culturas Políticas pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG (2010). Atuou como pesquisadora da Comissão Nacional da Verdade (núcleo Projeto República - UFMG, 2014-2015) Membro do Grupo de Pesquisa História Política Culturas Políticas na História (PPGHis-UFMG) Tem interesse na área de História do Brasil República e história Contemporânea do Brasil e da América Latina, atuando principalmente nos seguintes temas: processos de redemocratização no Brasil e Argentina, ditaduras militares na América Latina, anticomunismo, cinema latinoamericano, estruturas de repressão das ditaduras militares no Cone Sul e censura de diversões públicas no Brasil pós 64. Atualmente desenvolve no doutorado um estudo comparado sobre censura cultural nas ditaduras militares brasileira e argentina, com enfoque na censura cinematográfica.
Publicado
2018-12-17
Como Citar
CARNEIRO, A. M. M. As lutas pelo passado e a construção de um futuro democrático na América Latina. Sæculum – Revista de História, v. 39, n. 39, p. 383-389, 17 dez. 2018.