Foco e Escopo

A Revista Áltera promove, a partir de suporte textual, contribuições ao debate teórico metodológico e empírico nas disciplinas de antropologia e áreas afins.

A periodicidade da revista é semestral.

Processo de Avaliação pelos Pares

A Revista Áltera de Antropologia poderá aceitar artigos, ensaios bibliográficos, resenhas, entrevistas, em português, inglês e espanhol. Os trabalhos devem ser inéditos e serão selecionados e avaliados por dois pareceristas ad hoc (double blind), que podem ser da UFPB ou de outras instituições.

O processo de avaliação do trabalho obedecerá as seguintes etapas:

1ª) O manuscrito ou resenha, submetido à Áltera será inicialmente avaliado por seus editores ou organizadores de dossiê, quando for o caso, que apreciarão o texto tendo em vista sua pertinência à política editorial da revista, bem como a observância de suas diretrizes para autores descritas no sitio da revista.
Nessa primeira etapa, o manuscrito poderá ser aceito ou recusado, sendo que essa avaliação não prevê a emissão de pareceres, mas o habilitará, tão somente, para a segunda etapa de avaliação;

2ª) A segunda etapa consiste na avaliação de mérito do manuscrito por dois pareceristas ad hoc com especialização na temática do trabalho, observando-se o critério do duplo anonimato. A decisão editorial dessa etapa poderá ser: a) aprovado com a aceitação integral; b) aprovado condicionalmente, desde que, haja a devida reformulação indicada pelos pareceristas; c) recusado para publicação; ou d) ressubmissão. Os autores serão informados sobre o resultado da avaliação. Nos casos em que houver
divergência entre as avaliações dos dois primeiros pareceristas, o texto será encaminhado para um terceiro parecerista ad hoc para desempate;

3ª) Na terceira etapa, o artigo é revisto e editado pelos editores científicos que observam a estrutura, conteúdo e forma do trabalho e, ainda, podem indicar alterações se assim julgarem necessário. Nessa etapa, quando o texto for aprovado condicionalmente, os editores científicos, também, avaliam se as alterações realizadas pelo(s) autor(es) atendem às recomendações ou condições indicadas nos pareceres. No caso da inobservância das recomendações contidas nos
pareceres o artigo não será publicado.

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Histórico do periódico

A Revista surge no sentido de fomentar a consolidação do Programa de Pós Graduação em Antropologia da Universidade Federal da Paraíba, iniciando suas atividades em dezembro de 2015.