GÊNERO: UMA PALAVRA PARA DESCONSTRUIR SENTIDO E CONSTRUIR USOS POLÍTICOS

  • Losandro Antonio TEDESCHI

Resumo

Abordo nesse artigo o como a palavra gênero vem sendo utilizada com o propósito de desfazer ou desconstruir a ligação entre as mulheres e a natureza e, assim, viabilizar, simbolicamente, a eqüidade entre mulheres e homens na história. Gênero também é um conceito de grande utilidade para delimitar objetos de pesquisa e analisar as mais diversas situações sociais, ou seja, além de ser uma ferramenta desconstrutiva, gênero é um conceito acionado para distinguir e descrever categorias sociais – uso empírico – e para explicar as relações que se estabelecem – uso analítico. O uso empírico ou analítico do termo gênero é politizante, uma ferramenta desconstrutiva, um instrumento para produzir efeitos na sociedade. Analisar o potencial questionador do conceito gênero, é dar a ele serventias na vida cotidiana devido ao fato de, ao ser significativo, tornar-se uma ferramenta de intervenção e interpretação da realidade social. Alguns questionamentos estão presentes neste artigo: até que ponto nós pesquisadores, organizações não-governamentais, universidade, educadores gostamos desse jeito “martelo” do gênero de destruir algumas certezas? Sabemos lidar com isso? Como podemos entender e aplicar melhor esse conceito em nossas práticas?
Publicado
2007-06-20
Como Citar
TEDESCHI, L. A. GÊNERO: UMA PALAVRA PARA DESCONSTRUIR SENTIDO E CONSTRUIR USOS POLÍTICOS. Revista Ártemis - Estudos de Gênero, Feminismos e Sexualidades, n. 6, 20 jun. 2007.
Seção
Artigos