Reflexões de leitura sobre as poéticas da marquesa de alorna e de maria teresa horta

Autores

  • Conceição Flores
  • Ilane Ferreira Cavalcante

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1807-8214.2017v23n1.35789

Resumo

A Marquesa de Alorna (1750-1839) e Maria Teresa Horta (1937) fazem parte de uma genealogia feminina constituída não só por laços de sangue, mas por ousadias poéticas e biográficas construídas na contramão do que a sociedade espera(va) das mulheres. Neste trabalho, evidenciam-se diálogos que Maria Teresa Horta e a Marquesa de Alorna estabelecem entre si e com a tradição lírica portuguesa. Nesse sentido, sob o amparo do método comparativista, traça-se uma breve trajetória biográfica das autoras e elabora-se uma análise de temas recorrentes nas suas poéticas, mesmo que alguns se apresentem de forma diversa em cada uma das obras: o amor (sua negação ou sua invocação); a tradição e a ruptura; o engajamento político.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-08-21

Como Citar

FLORES, C.; CAVALCANTE, I. F. Reflexões de leitura sobre as poéticas da marquesa de alorna e de maria teresa horta. Revista Ártemis, [S. l.], v. 23, n. 1, 2017. DOI: 10.22478/ufpb.1807-8214.2017v23n1.35789. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/artemis/article/view/35789. Acesso em: 16 set. 2021.