Saindo do armário: a história do movimento lésbico em Maceió

Autores

  • Mariana Duarte Oliveira Universidade Federal de Alagoas (UFAL)
  • Marcos Ribeiro Mesquita Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1807-8214.2018v26n1.36980

Resumo

O objetivo deste artigo é retratar parte da história do movimento lésbico da cidade de Maceió, a partir dos repertórios de militantes que atuaram entre anos 1990 e 2000 na cidade. Caracteriza-se como uma pesquisa qualitativa, com a utilização de entrevistas semiestruturadas com cinco militantes atuantes no período de emancipação e fortalecimento do movimento na cidade. Além disso, foi realizada uma revisão bibliográfica acerca do movimento lésbico no contexto brasileiro, a fim de construir um panorama entre a história local e o movimento nacional. A pesquisa realizada nos remete a um tipo de sociedade marcada fortemente pelo modelo patriarcal que invisibiliza e oprime as experiências das mulheres, em especial as mulheres lésbicas. Desse modo, o retrato dessas histórias possibilita a visibilidade da força das mulheres lésbicas que atuam no movimento colocando-se como protagonistas de suas vidas e lutas. Palavras-chave: Movimento de Mulheres Lésbicas. Heteronormatividade; Movimento LGBT; Feminismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Arquivos adicionais

Publicado

2018-12-21

Como Citar

OLIVEIRA, M. D.; MESQUITA, M. R. Saindo do armário: a história do movimento lésbico em Maceió. Revista Ártemis, [S. l.], v. 26, n. 1, p. 387–405, 2018. DOI: 10.22478/ufpb.1807-8214.2018v26n1.36980. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/artemis/article/view/36980. Acesso em: 25 maio. 2024.