Uma visita às ondas do movimento feminista através da análise dos contos “The Yellow Wallpaper” e “Woman Hollering Creek”

Autores

  • Rafaela Albuquerque Gonçalves Universidade Federal de Pernambuco
  • Larissa de Pinho Cavalcanti Universidade Federal Rural de Pernambuco

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1807-8214.2018v26n1.39257

Resumo

O campo dos estudos culturais/literários foca na identificação dos fenômenos responsáveis pela marginalização/subalternização dos sujeitos. Assim, a análise das ondas do movimento feminista através dos olhos da literatura torna possível uma maior aproximação da sociedade perante os fatos que ocorreram e ocorrem no mundo, no intuito de que a luta contra a desigualdade e o patriarcalismo perpetue-se e torna-se uma realidade cada vez mais tangível. O objetivo deste artigo é contextualizar as ondas feministas através da análise de dois contos: “The Yellow Wallpaper” da autora Charlotte Perkins Gilman, publicado originalmente em 1892 e “Woman Hollering Creek” da escritora Sandra Cisneros, publicado em 1991. Para isso, fundamentamos esta pesquisa principalmente com os trabalhos de Pinto (2010), Devereux (2014), Anzaldua (1987), Bittencourt (2015), Walter (2015) e Saffioti (1986) e percebemos que os quase 100 anos que separam as duas histórias foram marcados por diversas conquistas da agenda feminista. Através das ondas se tornou possível materializar a opressão vivida pelas mulheres e a literatura mostrou-se como um excelente guia para ilustrar de forma clara esse percurso. Uma vez que “The Yellow Wallpaper” e “Woman Hollering Creek” representam bem os dois momentos e discursos da primeira e terceira ondas respectivamente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafaela Albuquerque Gonçalves, Universidade Federal de Pernambuco

Graduada em Jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco-UFPE, com pós-graduação em andamento em Língua e Literatura Inglesa na Fafire e mestrado em andamento na área de Letras como bolsista CAPES, meu eixo de interesse compreende Literaturas de Fronteira que foquem o Feminino e o Entrelugar, sempre com a perspectiva dos estudos culturais, de gênero e pós-coloniais.

Larissa de Pinho Cavalcanti, Universidade Federal Rural de Pernambuco

Possui graduação em Letras, Bacharelado em Tradução Língua Portugesa-Inglesa, pela Universidade Federal de Pernambuco (2009); Licenciada em Letras-Inglês pela Universidade Federal de Pernambuco (2013), é Especialista em língua e literatura inglesa pela Faculdade Frassinetti do Recife (2012) e Mestra em Linguística pela Universidade Federal de Pernambuco (2012). Tem experiência na área de ensino de Língua Inglesa na educação básica e no ensino superior, integrando o corpo docente da Universidade Federal Rural de Pernambuco - Unidade Acadêmica de Serra Talhada desde 2015; também atua em tradução acadêmica e audiovisual (2009-?). Enquanto pesquisadora, se interessa por questões de ensino de língua inglesa, linguística crítica, estudos interculturais e multimodalidade, por um lado, e literatura pós-colonial, por outro.

Downloads

Publicado

2018-12-21

Como Citar

GONÇALVES, R. A.; CAVALCANTI, L. de P. Uma visita às ondas do movimento feminista através da análise dos contos “The Yellow Wallpaper” e “Woman Hollering Creek”. Revista Ártemis, [S. l.], v. 26, n. 1, p. 337–348, 2018. DOI: 10.22478/ufpb.1807-8214.2018v26n1.39257. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/artemis/article/view/39257. Acesso em: 25 maio. 2024.