Mulheres palhaças: comicidade, gênero e política com o grupo “As Marias da Graça”

Autores

  • Renata Saavedra

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1807-8214.2018v26n1.42101

Resumo

Este artigo aborda o recente crescimento da presença de mulheres na arte da palhaçaria, analisando as relações entre comicidade e política no âmbito de um recorte de gênero. A partir do trabalho – e do discurso – do quarteto carioca de palhaças “As Marias da Graça”, examinamos algumas das disputas de poder e/ou simbólicas envolvidas na afirmação de uma “comicidade feminina”, buscando contemplar questões de identidade, representação e visibilidade que permeiam essa prática cômica. Palavras-chave: Gênero. Palhaças. Comicidade. Mulheres. Política.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-12-21

Como Citar

SAAVEDRA, R. Mulheres palhaças: comicidade, gênero e política com o grupo “As Marias da Graça”. Revista Ártemis, [S. l.], v. 26, n. 1, p. 143–156, 2018. DOI: 10.22478/ufpb.1807-8214.2018v26n1.42101. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/artemis/article/view/42101. Acesso em: 25 maio. 2024.

Edição

Seção

O humor das mulheres e as mulheres no humor