Midiatização e disputa no Vaticano:

“nova autoridade” no combate a meio século de “aggiornamento”

  • Robson Luiz Caramano de Camargo Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas)
  • Carlos Alberto Zanotti Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas)
Palavras-chave: Midiatização, Catolicismo, Religião e mídia

Resumo

Este trabalho debate o surgimento de novas autoridades advindas do processo de midiatização do catolicismo, religião predominante e de forte influência no Brasil. O ponto de partida é o reconhecimento, por parte da Igreja Católica, da importância da adoção de ferramentas e estratégias consolidadas pelos meios de comunicação para desempenhar sua função evangelizadora. Este mesmo processo, no entanto, também motiva a organização de movimentos que se opõem às atualizações promovidas desde o pontificado do Papa Paulo VI. É o caso do blog fratresinunum.com, que utiliza tecnologias digitais de comunicação e adota linguagem típica de veículos de mídia para congregar fieis conservadores e atacar as reformas implementadas pelo Papa Francisco. Além das pesquisas documental e bibliográfica, este trabalho adota estratégias de Análise Textual Discursiva para evidenciar o sentido da argumentação do blog estudado.

Biografia do Autor

Robson Luiz Caramano de Camargo, Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas)

Padre e mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Linguagens, Mídia e Arte, da Pontifícia Universidade Católica de Campinas.

Carlos Alberto Zanotti, Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas)

Doutor em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicação e Artes (ECA), da Universidade de São Paulo; jornalista, professor e pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Linguagens, Mídia e Arte, da Pontifícia Universidade Católica de Campinas.

Publicado
2020-12-17
Como Citar
CARAMANO DE CAMARGO, R. L.; ZANOTTI, C. A. Midiatização e disputa no Vaticano: . Culturas Midiáticas, v. 13, n. 2, p. 96-113, 17 dez. 2020.
Seção
Comunicação, Política e Poder