Interatividade seletiva e comunicativa

interatuantes, dimensões e opções interativas no jornalismo online

Autores

  • Bruno Sodré Universidade Federal do Maranhão https://orcid.org/
  • Rakel de Castro Universidade Federal do Maranhão
  • Yumi Wada Universidade Federal do Maranhão
  • Fellipe Reis Universidade Federal do Maranhão

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2763-9398.2021v14n.58948

Palavras-chave:

Jornalismo online, Interatividade, Participação digital, Democracia, O Imparcial

Resumo

A pesquisa consiste em analisar a rotina produtiva online de conteúdo político do Jornal O Imparcial, através dos aspectos de Interatividade Seletiva e Comunicativa proposto por Alejandro Rost (2014) e relacionar com a participação digital. É analisado através de uma abordagem qualitativa (BAUER; GASKELL, 2002), exploratória, sendo utilizados as seguintes técnicas de coleta de dados: observação não participante (RICHARDSON et al., 2012), entrevista individual (BAUER; GASKELL, 2002), E-clipping (LEMOS; PORTO; NASSIF, 2012), e como técnica analítica, Análise de Conteúdo (BAUER; GASKELL, 2002). Os resultados mostram que a maioria das notícias publicadas no Portal do O Imparcial tem a predominância das ferramentas de Interatividade Seletiva e os perfis digitais (Facebook, Twitter e Instagram) da empresa apresentam as ferramentas de Interatividade Comunicativa mais prevalecentes. Concluiu-se que O Imparcial não explora os recursos de interação em profundidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruno Sodré, Universidade Federal do Maranhão

Graduação em andamento em Comunicação Social, com ênfase em Rádio e TV pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Pesquisador no Núcleo de Estudos em Estratégias de Comunicação (NEEC-UFMA), na linha de pesquisa Mídia e Democracia - MID, vinculado ao Departamento de Comunicação Social da UFMA. Bolsita de Iniciação Cientifica pelo PIBIC/ CNPq (2019-2020).

Rakel de Castro, Universidade Federal do Maranhão

Doutora em Comunicação, pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação, da Universidade Federal de Pernambuco, em co-tutela com o curso Ciências da Comunicação da Universidade da Beira Interior / Portugal (Convênio N° 13-2016 UFPE) e com sanduíche (PDSE) também na Universidade da Beira Interior / Portugal, Bolsista Capes - Proc. nº BEX 99999.008304/2014-09; mestre em Estudos de Mídia pelo Programa de Pós-graduação em Estudos da Mídia - PPgEM, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte UFRN, com bolsa sanduíche PROCAD na UFRJ e graduada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, pela UFRN. Atualmente é professora adjunta do Departamento de Comunicação Social da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e do Programa de Pós-graduação em Comunicação - Mestrado Profissional (PPGCOM/PRO) da UFMA, coordenadora da linha de pesquisa Mídia e Democracia - MID (do Núcleo de Estudos em Estratégias de Comunicação - NEEC) e desenvolve pesquisas nas áreas de Jornalismo online, Democracia, Construtivismo, Comunicação Política, Teoria Crítica, Teorias do Jornalismo e Análise de Discurso.  

Yumi Wada, Universidade Federal do Maranhão

Graduação em andamento em Comunicação Social, com ênfase em Jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Pesquisadora no Núcleo de Estudos em Estratégias de Comunicação (NEEC-UFMA), na linha de pesquisa "Mídia e Democracia - MID", vinculado ao Departamento de Comunicação Social da UFMA. Integrante do projeto de pesquisa "Interatividade seletiva e comunicativa: interatuantes, dimensões e opções interativas no discurso político do jornalismo online".

Fellipe Reis, Universidade Federal do Maranhão

Graduação em andamento em Comunicação Social, com ênfase em Jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Pesquisador no Núcleo de Estudos em Estratégias de Comunicação (NEEC-UFMA), na linha de pesquisa "Mídia e Democracia - MID", vinculado ao Departamento de Comunicação Social da UFMA. Integrante do projeto de pesquisa "Interatividade seletiva e comunicativa: interatuantes, dimensões e opções interativas no discurso político do jornalismo online".

Referências

BAUER, Martin W.; GASKELL, George (org.). Pesquisa qualitativa com texto imagem e som: um manual prático. Petrópolis: Vozes, 2002.

BAUER, Martin. Análise de conteúdo clássica: uma revisão. In: BAUER, M.W.; GASKELL, G. (org.). Pesquisa Qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. 2. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002. cap. 8, p. 189 – 217.

CANAVILHAS, João (org.). Webjornalismo: 7 caraterísticas que marcam a diferença. Covilhã: UBI/LabCom, 2014.

CANAVILHAS, João. Jornalismo e Convergência: permanente renovação. In: ERC - Digital Media Portugal, Portugal: ERC – Entidade Reguladora para a Comunicação Social, 2015. cap. 3, p. 27-34.

Entrevista O Imparcial para o MID. Produção: Bruno Sodré. São Luís: Grupo Mídia e Democracia – MID. 2019. 1 vídeo (20 Min), Mp4, son., color.

GOMES, Wilson. A democracia digital e o problema da participação civil na decisão política. Revista Fronteiras, Rio Grande do Sul, v. 7, n. 3, set./dez. 2005, p. 214-222. Disponível em: http://revistas.unisinos.br/index.php/fronteiras/article/view/6394. Acesso em: 30 nov. 2019.

JENKINS, Henry; GREEN, Joshua; FORD, SAM. Cultura da Conexão: criando valor e significado por meio da mídia propagável. São Paulo: ALEPH, 2014.

JENSEN, Jens F. Interactivity: Tracking a new concept in media and communication studies. Nordicom Review, Sweden, v. 19, n. 1, jun. 1998, p. 185-204.

LACERDA, Bruno. O Imparcial consolida-se como o jornal maranhense eficiente na mídias sociais. O Imparcial, São luís, 30 Abril 2016. Disponível em: https://oimparcial.com.br/noticias/2016/04/o-imparcial-consolida-se-como-o-jornal-maranhense-eficiente-na-midias-sociais/. Acesso em: 30 nov. 2019.

LEMOS, Ariane; PORTO, Renata; NASSIF, Mônica. O Serviço de Monitoramento de Notícias no Âmbito Organizacional. Biblioteca On-line de Ciências da Comunicação (BOCC), Portugal, 2012. Disponível em: http://www.bocc.ubi.pt/pag/lemos-porto-nassif-o-servico-de-monitoramento-de-noticias.pdf. Acesso em: 25 nov. 2019.

RICHARDSON, Roberto Jarry et al. Pesquisa social: métodos e técnicas. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2012.

ROST, Alejandro. Interatividade: Definições, estudos e tendências. In: CANAVILHAS, João (org.). Webjornalismo: 7 caraterísticas que marcam a diferença. Covilhã: UBI/LabCom, 2014.

Downloads

Publicado

2021-10-26

Como Citar

COSTA SODRÉ, B.; DE CASTRO SENA, P. R.; WADA RODRIGUES, Y.; BRANDÃO DOS REIS, R. F. Interatividade seletiva e comunicativa: interatuantes, dimensões e opções interativas no jornalismo online. Culturas Midiáticas, [S. l.], v. 14, p. 22, 2021. DOI: 10.22478/ufpb.2763-9398.2021v14n.58948. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/cm/article/view/58948. Acesso em: 19 jan. 2022.