Reflexões sobre as construções identitárias de docentes de Educação a Distância a partir da análise linguístico discursiva de interações no gênero consígnia

  • Lilian Soares de Figueiredo Luz Instituto Federal de Alagoas
  • Rita de Cássia Souto Maior Faculdade de Letras da Universidade Federal de Alagoas/ Professora
Palavras-chave: identidade docente, gênero consígnia, educação a distância

Resumo

Acompanhando mudanças na sociedade, a modalidade de ensino a distância surge reestruturando uma série de ações interacionais, o que também implica numa reconstrução identitária (HALL, 2004, CORACINI, 2003, 2005, CELANI E MAGALHÃES, 2002) do/a professor/a. Baseadas na perspectiva da Linguística Aplicada (MOITA LOPES, 2002, 2006) e sob o viés da abordagem qualitativa de pesquisa (TRIVIÑOS, 1987, LÜDKE E ANDRÉ, 1986) e do estudo de caso (YIN, 2005), temos o objetivo de refletir interpretativamente sobre as identidades, através das atuações linguístico-discursivas dos/as docentes no gênero consígnia, no ambiente virtual Moodle na Educação a Distância. Observamos, com o estudo, que esse gênero, organizado com saudações e orientações, sinaliza para a construção de diferentes relações sociais entre docente-discentes e que essas diferenças revelam fragmentações identitárias próprias da busca de uma reavaliação ético-discursiva (SOUTO MAIOR, 2018) das práticas que o ambiente demanda para os/as profissionais.

Biografia do Autor

Lilian Soares de Figueiredo Luz, Instituto Federal de Alagoas
Possui graduação em Letras - Língua Portuguesa pela Universidade Federal de Alagoas, especialista em Língua Portuguesa e Literatura pela Universidade Cidade de São Paulo e Academia Alagoana de Letras e mestra em Linguística Aplicada (PPGLL/FALE/UFAL). Atualmente é professora de ensino médio do Instituto Federal de Alagoas, Campus Satuba e professora do curso de Especialização em Linguagens e Práticas Sociais, Campus Murici - IFAL. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Linguística Aplicada, atuando nos seguintes temas: formação de professores e identidade.
Rita de Cássia Souto Maior, Faculdade de Letras da Universidade Federal de Alagoas/ Professora
Doutora e mestre em Linguística pelo Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística (PPGLL) da Universidade Federal de Alagoas (UFAL) e graduada pela Faculdade de Letras (FALE/UFAL), atua como professora na graduação (presencial) e na Pós-graduação (PPGLL) da Fale/UFAL. Atualmente é diretora da Faculdade de Letras/Ufal e membro titular do Colegiado do Programa de Pós-graduação em Letras e Linguística. Compõe e coordena as atividades do Núcleo Docente Estruturante (NDE) da Faculdade de Letras dos cursos de Espanhol, Francês, Inglês e Português e compõe o Núcleo Docente Estruturante (NDE) do curso Ead Espanhol da Faculdade de Letras/Ufal. Foi Coordenadora do Programa Institucional de bolsa de Iniciação à docência em Letras/Português (PIBID/Letras/Português) de 2015 a 2018 e Coordenadora do Idioma Sem Fronteiras de Língua Portuguesa como Língua Estrangeira ou Adicional de 2016 a 2018. Esteve na Coordenação de Graduação Presencial da Faculdade de Letras/UFAL de dezembro de 2014 a março de 2018. Integra a Comissão Editorial das Revistas Leitura (PPGLL) e Saberes Docentes em Ação (SEMED/AL) e é membro do Conselho Editorial da Revista Práticas de Linguagem (UFJF). Participante e vice-líder do Grupo de Estudos Ensino e aprendizagem de línguas (CNPq- Capes) e membro do Grupo de estudos Interdisciplinar de Formação de Professores (GIFOP - CNPq-Capes), desenvolve pesquisas sob a perspectiva da Linguística Aplicada, articulando reflexões sobre a prática de sala de aula e os estudos discursivos, com os seguintes temas: Estudos de Identidade, Estudos sobre Ethos, Estudos argumentativos, Produção Textual/discursiva em Língua Portuguesa e Formação de Professores.
Publicado
2018-12-31
Como Citar
Luz, L. S. de F., & Souto Maior, R. de C. (2018). Reflexões sobre as construções identitárias de docentes de Educação a Distância a partir da análise linguístico discursiva de interações no gênero consígnia. DLCV - Língua, Linguística & Literatura, 14(2), 274-304. https://doi.org/10.22478/ufpb.2237-0900.2018v14n2.38094
Seção
Artigos