Princípios metodológicos para a caracterização da dimensão pragmática de documentos no desenvolvimento de ontologias biomédicas

  • Mauricio Barcellos Almeida
  • Beatriz Valadares Cendon
  • Marta Macedo Kerr Pinheiro
Palavras-chave: Documentos. Instituições sociais. Ontologias biomédicas – Desenvolvimento.

Resumo

Desde que as sociedades se tornaram suficientemente complexas para se valer apenas da comunicação oral, os registros escritos tem desempenhado papel importante nas interações humanas. O uso ordinário do termo “documento” esconde a complexidade em definir o seu significado e sua abrangência. No âmbito da Ciência da Informação, o texto registrado em um documento é analisado quanto ao seu conteúdo para fins de recuperação da informação. Entretanto, não existe forma sistemática de caracterizar um documento de acordo com os efeitos sociais que este produz. Esse artigo é uma iniciativa nesse sentido e propõe princípios metodológicos para caracterizar a dimensão pragmática de documentos. São apresentados e discutidos casos de uso desses princípios na organização de documentos em ontologias no âmbito de projeto de biomedicina.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2011-12-05
Como Citar
Almeida, M. B., Cendon, B. V., & Pinheiro, M. M. K. (2011). Princípios metodológicos para a caracterização da dimensão pragmática de documentos no desenvolvimento de ontologias biomédicas. Informação & Sociedade: Estudos, 22(1). Recuperado de https://periodicos.ufpb.br/index.php/ies/article/view/10361
Seção
Relatos de Pesquisa